Buffon aprova Conte no comando da Itália e revela desejo de jogar Copa-2018

Goleiro da Juventus elogia novo técnico da Azzurra, com quem foi tricampeão na Velha Senhora e quer se tornar o primeiro jogador a atuar em seis Mundiais: 'Seria realmente incrível'

Por rodrigo.hang

Itália - Ídolo da seleção italiana e da Juventus, o goleiro Gianluigi Buffon aprovou a chegada de Antonio Conte ao comando da seleção da Itália. O treinador deixou a equipe de Turin após faturar o tricampeonato da Serie A e assume a vaga deixada por Cesare Prandelli na Azzurra.

Itália escolhe Antonio Conte, ex-técnico da Juventus, para assumir a Azzurra

Conte comandou o goleiro Buffon na JuventusReuters

"Ele será muito bom tanto para o movimento do futebol quanto para as pessoas na equipe nacional. Ele é um fundamentalista natural, mas também tem a inteligência e sensibilidade de entender e adaptar-se a situações que não são as de um clube", comentou o goleiro ao jornal italiano La Gazzetta dello Sport.

Buffon acredita que possa haver uma rejeição de torcidas rivais quanto a nomeação de Conte para ser o técnico da Itália, mas sabe que a filosofia de jogo do treinador vai fazer com que os italianos fiquem satisfeitos com sua escolha para a equipe nacional.

"Antonio é um vencedor como treinador e como personagem. É normal que os torcedores dos rivais da Juventus sejam severos com ele. Mas tenho certeza que 95% dos italianos gostariam de tê-lo treinando sua equipe e o mesmo é verdade para a equipe nacional", disse.

Cassano e Buffon trocam farpas em desembarque da Itália em Roma

O goeliro também revelou que gostaria de jogar a próxima Copa do Mundo, em 2018, na Rússia. Buffon estará com 40 anos, na competição. Caso seja convocado, ele será o primeiro jogador a atuar em seis Mundiais. O arqueiro defendeu a Azzurra em 1998, 2002, 2006, 2010 e 2014.

"Se eu puder continuar até 40 e voltar para uma Copa do Mundo pela sexta vez, seria realmente incrível. Ninguém jamais fez seis Copas antes. Mas é melhor não pensar sobre isso, porque estes quatro anos serão muito difíceis", concluiu.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia