Ex-campeão mundial, Cannavaro tem bens confiscados por suposta fraude

Aposentado em 2011, zagueiro foi capitão da seleção da Itália na campanha do tetra, conquistado em 2006, na Alemanha

Por rodrigo.hang

Itália - A Guarda de Finanças da Itália confiscou nesta quarta-feira bens no valor de aproximadamente 900 mil euros do ex-zagueiro italiano Fabio Cannavaro e sua mulher, Daniela Arenoso, por suposta fraude na gestão de uma empresa de aluguel de embarcações de luxo. A medida foi determinada por um juiz de Nápoles, segundo informou a Promotoria da cidade italiana por meio de um comunicado.

Cannavaro foi o capitão da seleção italiana na campanha do tetracampeonato mundial em 2006Efe

A Justiça investiga uma suposta fraude relacionada à empresa FD Service, administrada por Cannavaro e sua esposa. O suposto crime foi descoberto em 2011 pelo Fisco italiano, após uma série de investigações feitas pela Promotoria, que apontou que, na realidade, a empresa era destinada ao uso particular do casal.

Após golear a Roma, na Itália, jogadores do Bayern presenteiam Papa Francisco

Segundo o órgão, o ex-capitão da seleção italiana e campeão do mundo em 2006 deixou de pagar uma série de impostos na compra de combustível. Ao término das investigações foi descoberto que, entre 2005 e 2010, o casal sonegou um milhão de euros em impostos no total. Entre os bens apreendidos há imóveis no valor de 650 mil euros e uma lancha Itama 38 avaliada em 180 mil euros.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia