De volta à seleção, Thiago Silva encara com naturalidade ficar no banco

Capitão do Brasil na última Copa do Mundo, zagueiro do PSG foi chamado pela primeira vez pelo técnico Dunga e entende que uma possível reserva deve ser encarada de forma natural

Por pedro.logato

Turquia - Thiago Silva desembarcou na tarde desta segunda-feira em Istambul, na Turquia, para se juntar aos companheiros de seleção brasileira. Ausente das últimas listas de Dunga, o zagueiro não escondeu o receio que tem em retornar ao time agora que as coisas parecem estar encaixadas. Atualmente, os titulares são David Luiz e Miranda. Assim, o capitão da Copa do Mundo de 2014 poderá começar a partida da próxima quarta-feira no banco de reservas. Algo normal, segundo ele.

Thiago Silva está de volta à SeleçãoDivulgação

"O que fica na minha cabeça é entrar no jogo, levar um gol e todo mundo começar a falar. Mas faz parte do futebol. No Paris Saint-Germain, desde que eu voltei, nós não perdemos. Podemos fazer comparações. A seleção está bem servida e vamos tentar ajudar", disse o zagueiro em tom de justificativa.

Thiago Silva sabe que precisará trabalhar duro para reconquistar o espaço que tinha antes e durante a Copa do Mundo deste ano. "Peguei o bonde andando. A equipe está bem formada, com uma defesa sólida e jogando firme. Jogando com a raça que o Dunga pede. Trabalhei com ele em 2010 e sei como é, a maneira séria. Pego o bonde andando, mas garanto que sei como tudo funciona", completou o beque.

A defesa montada por Dunga ainda não sofreu gols. São quatro jogos sob seu comando. Depois de dizer que é difícil esquecer o 7 a 1 sofrido diante da Alemanha, na semifinal da Copa, Thiago garantiu que não se importa em ter perdido a braçadeira de capitão para Neymar, quem considera um grande e talentoso amigo.

"Estou tranquilo em relação a isso. Minha amizade com ele não vai mudar em nada por causa dessa situação. A decisão foi tomada. Vou conversar com o pessoal. Mas prefiro os deixar falar antes de comentar algo. Fiquei muito tempo fora e nem sei o que está acontecendo", finalizou.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia