Somente de calcinha, lutadora do UFC faz protesto contra o feminismo

Nas redes sociais, a australiana Bec Rawlings postou foto segurando um cartaz que dizia: "F… o feminismo. Eu acredito em direitos humanos para todos!"

Por edsel.britto

Bec Rawlings ousou ao protestar contra o feminismo nas redes sociaisReprodução Instragram

Rio - Lutadora peso palha do UFC, a australiana Bec Rawlings foi ousada. A lutadora de 25 anos tirou a roupa e usou as redes sociais para protestar contra o feminismo. Apenas de calcinha, a atleta exibiu uma placa com os dizeres: "F… o feminismo. Eu acredito em direitos humanos para todos!”.

Na legenda da foto publicada no Instagram, Rawlings explicou o motivo de sua revolta. “Eu não sou oprimida. As únicas pessoas que me oprimem são as feministas e damas que me julgam e querem que eu me enquadre em seus termos. Eu acredito em direitos humanos para todos. Meus filhos não são monstros, eu não sou uma mãe ruim porque não uso calça o tempo todo, e eu não estou sendo objetificada porque não sou fraca. Eu faço minhas próprias escolhas e faço o que eu quero porque sou livre”, disse.

A australiana tem cinco vitórias e quatro derrotas na carreira. Rawlings estreou no UFC no dia 12 de dezembro, quando foi superada por Heather Clark, por decisão unânime dos juízes.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia