Felipão revela que rejeitou negociação para treinar seleção do Peru

Treinador do Grêmio vai permanecer na equipe brasileira

Por pedro.logato

Rio Grande do Sul - O técnico Luiz Felipe Scolari revelou nesta quinta-feira que rejeitou uma proposta para dirigir a seleção do Peru e esclareceu que não chegou sequer a negociar com a Federação Peruana de Futebol (FPF). Felipão enviou um e-mail ao gerente geral da FPF, Alberto Tejada, e lhe comunicou que não poderia aceitar o convite neste momento, segundo informações da assessoria de imprensa do treinador.

O treinador do Grêmio desmentiu ter negociado salários ou mesmo ter ouvido uma proposta dos peruanos. "Primeiro nunca foi divulgado ou falado publicamente os valores de seu contrato com a CBF. Segundo, no convite feito, Luiz Felipe Scolari avisou por e-mail ao Alberto Tejada da Federação Peruana que não poderia aceitar o convite neste momento. Terceiro, nunca foi falado sobre valores. Nem foi feita uma oferta, e muito menos solicitado, porque Scolari, repito, não poderia aceitar o convite neste momento", esclareceu a assessoria em comunicado.

A nota é encerrada com uma crítica ao jornal peruano "El Popular", que, de acordo com o texto, "traz informações falsas sem checar a veracidade da informação"

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia