Chelsea bate o Tottenham e conquista Copa da Liga Inglesa

John Terry e Diego Costa fizeram os gols do triunfo dos Blues

Por bernardo.argento

Inglaterra - Com um gol em cada tempo e uma pitada de sorte, o Chelsea venceu o Tottenham por 2 a 0 neste domingo, levantando o quinto título da Copa da Liga Inglesa, o primeiro após o retorno de José Mourinho ao clube, em clássico disputado no estádio Wembley, em Londres. De quebra, os favoritos 'Blues' ainda se vingaram das derrotas sofridas para os 'Spurs' nas duas outras finais do torneio entre as duas equipes, em 1967 e 2008. Para levantar a taça, o Chelsea contou com a precisão das bolas paradas e com desvios dos zagueiros da equipe alvinegra. Primeiro, aos 45 minutos da etapa inicial, Willian levantou bola na área. John Terry aproveitou corte mal feito da zaga e chutou, contando com a ajuda de Eric Dier para marcar. Já no segundo tempo, Diego Costa finalizou cruzado da esquerda e novo desvio, desta vez de Kyle Walker, matou o goleiro Hugo Lloris. As duas equipes fizeram um jogo muito equilibrado.

Apesar da maior posse de bola, o Tottenham não conseguia penetrar na defesa do Chelsea, que tinha a mesma dificuldade quando ia ao campo ofensivo. As bolas paradas e os levantamentos na área se tornaram então as alternativas encontradas pelos dois times para ameaçarem o gol do adversário. Quem assustou primeiro foi o time do técnico Manuel Pellegrini. Aos 11 minutos da etapa inicial, Christian Eriksen carimbou o travessão do goleiro Petr Cech, que só olhou, em bela cobrança de falta da intermediária.

Os 'Blues' responderam seis minutos depois, aos 17. Brasnislav Ivanovic foi à linha de fundo pela direita e cruzou para a área. A bola foi em direção ao gol, obrigando o goleiro Hugo Lloris a fazer defesa em dois tempos, afastando o perigo. Depois do susto, os 'Spurs' voltaram a controlar a partida, chegando a ter 59% da posse de bola. Já o Chelsea se fechava na defesa, esperando o melhor momento para atacar.

Chelsea foi campeão da Copa da Liga inglesaEfe

O gol só foi sair já nos acréscimos, aos 46 minutos. O meia brasileiro Willian cobrou falta da direita dentro da área. A zaga do Tottenham cortou mal e a bola caiu nos pés do zagueiro John Terry, dentro da pequena área, que fuzilou e ainda contou com o desvio da zaga adversária para abrir o placar. Apesar da vantagem no placar, a equipe de José Mourinho voltou pressionado após o intervalo. E Cesc Fàbregas quase ampliou com um golaço, digno do palco do jogo, aos 5 minutos. Depois de outra bola levantada na área, o meia espanhol emendou uma bicicleta com muito estilo, obrigando Lloris a se esticar para fazer a defesa. O que o goleiro francês não esperava era ser atrapalhado pela própria defesa outra vez.

Aos 12, Fàbregas encontrou Diego Costa pelo lado esquerdo da área. O atacante brasileiro naturalizado espanhol limpou Kyle Walker e chutou cruzado. O lateral direito inglês acabou tocando na bola, matando Llorris, que faria a defesa não fosse o desvio do companheiro. Com a vantagem ainda maior, o Chelsea recuou mais. E o Tottenham, que já tinha dificuldades de criar jogadas quando os 'Blues' ainda tentavam arriscar algo no ataque, pouco conseguia fazer. Os 'Spurs' tiveram só duas chances de diminuir. Aos 37, Eriksen levantou na área e Erik Lamela, que tinha entrado na etapa final, não conseguiu completar de cabeça. Depois, aos 43, Harry Kane invadiu a área e bateu na saída de Cech, mas Terry conseguiu bloquear o chute, salvando o Chelsea. Foi o primeiro título de José Mourinho após o retorno aos 'Blues', o terceiro da Copa da Liga Inglesa, também conquistada pelo treinador português em 2004-2005 e em 2006-2007 com o Chelsea

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia