Tenista australiano é citado em investigação sobre venda de cocaína

Uma jovem confessou que Bernard Tomic lhe ofereceu drogas

Por victor.abreu

Bernard Tomic foi citado no processo criminal do empresário James PickeringReprodução Facebook

Austrália - O tenista australiano Bernard Tomic viu seu nome envolvido em um escândalo de distribuição de cocaína no estado de Queensland, após a divulgação de documentos judiciais que aparentemente comprometem o atleta.

LEIA MAIS: Uefa admite que Terrorismo é uma preocupação para Eurocopa de 2016

O jornal "Gold Coast Bulletin" informou nesta sexta-feira que uma jovem adolescente não identificada afirmou que em uma ocasião Tomic lhe comentou que tinha cocaína avaliada em US$ 38.452 quando ambos estavam em uma casa noturna em Costa Dorada, do magnata James Pickering.

Estas revelações fazem parte de documentos judiciais recolhidos para processar Pickering, que é amigo de Tomic há anos, por supostamente fornecer cocaína a menores.

"Se ele disse, certamente foi uma piada. Posso dizer com certeza que ele (Tomic) não tocou em nada meu e não se aproximou disso (drogas)", comentou Pickering ao "Gold Coast Bulletin".

Pickering, dono de duas casas noturnas, também declarou que tentou ligar para Tomic e informar-lhe que foi mencionado em documentos judiciais públicos, o que será "honestamente uma surpresa para ele". O empresário australiano está acusado de quatro crimes por distribuição de cocaína entre janeiro e abril do ano passado, em um caso no qual não se acusou ou mesmo se considerou indicar Tomic.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia