Com ouro no 4x100m, Thiago Pereira alcança recorde de Gustavo Borges

Brasil venceu no revezamento com recorde pan-americano (3min13s66) com vitória emocionante sobre o Canadá

Por edsel.britto

Toronto - Thiago Pereira se igualou a Gustavo Borges ao conquistar sua 19ª medalha pelos Jogos Pan-Americanos. Os dois são os brasileiros com o maior número de pódios na competição. O nadador fluminense, que está em seu quarto Pan (depois de Santo Domingo-2003, Rio-2007 e Guadalajara-2011), tem agora 13 ouros, três pratas e três bronzes.

O chamado "Mr. Pan" conquistou a medalha de número 19 no 4x100m livre, apesar de não ter participado da final. Ele nadou a eliminatória pela manhã, ao lado de Bruno Fratus, Nicolas Oliveira e João de Lucca. O nado crawl é o pior estilo do nadador fluminense. Ele foi incluído na equipe na eliminatória apenas para melhorar seus números individuais e históricos na competição.O detalhe é que a prova eliminatória, na verdade, não tirou nenhuma equipe do evento e serviu apenas para que os países marcassem tempos para definir em que raia iriam competir valendo pódio.

Thiago Pereira%2C Bruno Fratus%2C Nicolas de Oliveira e João de Lucca classificaram o Brasil em primeiro pela manhãSátiro Sodré/CBDA

Na final, o Brasil venceu com a marca de 3min13s66, novo recorde do Pan. O Canadá ameaçou a vitória brasileira até o final, e chegou em segundo lugar (3min14s32). Os Estados Unidos conseguiram o bronze (3min16s21).A equipe na final foi formada por Matheus Santana, João de Lucca, Marcelo Chierighini e Bruno Fratus.

"Agora é o momento de treinar e unir ainda mais esta equipe para a gente conseguir grandes resultados no Mundial de Kazan e nos Jogos Olímpicos", disse Matheus.

Com mais sete chances de medalhar, o brasileiro também pode se tornar o atleta que mais vezes subiu ao pódio entre todas as modalidades na história dos Jogos Pan-Americanos. O recorde pertence ao ex-ginasta cubano Eric López, com 22 medalhas (18 de ouro, três de prata e uma de bronze).

Em Toronto, se participar de todos os revezamentos, Thiago Pereira poderá competir ainda nos 100m costas, 100m borboleta, 200m e 400 medley, 200m peito, 4x200m livre e 4x100m medley. Após o Pan, ele se junta à equipe brasileira que disputará o Mundial de Desportos Aquáticos, em Kazan, na Rússia.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia