Remadores cubanos desertam para os Estados Unidos durante o Pan

Quatro atletas abandonaram a delegação cubana e cruzaram a fronteira norte-americana nesta quarta-feira, diz técnico

Por edsel.britto

Toronto - Quatro remadores de Cuba desertaram nos Jogos Pan-Americanos de Toronto e já estão nos Estados Unidos nesta quarta-feira, segundo o treinador da equipe cubana de remo, Juan Carlos Reyes. Em declarações para veículos de comunicação canadenses, Reyes identificou hoje os remadores Liosmel Ramos, Wilber Turro, Manuel Suárez e Orlando Sotolongo como os atletas que abandonaram a concentração da equipe para viajar aos Estados Unidos.

A sede das competições de remo do Pan ficam na cidade de St. Catherines, a poucos minutos da fronteira do Canadá com os Estados Unidos. Reyes acrescentou que a delegação cubana esteve em contato com os quatro remadores por meio do Facebook. Dos quatro atletas, Suárez fez parte da equipe que conquistou a medalha de prata na categoria quatro sem na segunda-feira, enquanto Sotolongo integrou o time que também ficou com a prata no Skiff quádruplo ontem.

Lismoel Ramos (esq) e Wilber Turro (dir) ganharam o o ouro durante o Pan de Guadalajara-2011Efe

As deserções de atletas cubanos são frequentes nas viagens que as equipes realizam para o exterior. Em Toronto, os olhos estavam voltados para os integrantes da equipe cubana de beisebol, depois que dois de seus principais jogadores desertaram no início de julho durante uma viagem da seleção na América do Norte como preparação para o Pan-Americano.

Os dois jogadores, Yadiel Hernández e Luis Yander La O, abandonaram a equipe em momentos distintos.O treinador cubano de beisebol, Roger Machado, declarou nesta terça à noite, após a derrota de sua equipe para o Canadá, que a saída de Hernández e Yander não afetou a equipe. "Temos força. Amanhã é outro dia e vamos buscar a vitória", disse Machado

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia