Blatter afirma que pagamento que fez a Platini foi 'um acordo de cavalheiros'

Presidente da Fifa afirmou que, apesar de não haver contrato por escrito, todo o trâmite foi realizado dentro das regras

Por renata.amaral

Espanha - O presidente da Fifa, Joseph Blatter, suspenso temporariamente por 90 dias, assegurou nesta sexta-feira que o pagamento que fez ao dirigente francês Michel Platini e que provocou a decisão do Comitê de Ética da Fifa de suspender ambos pelo mesmo período, foi "um acordo de cavalheiros".

"Era um contrato que eu tinha com Platini, um acordo de cavalheiros, e isso foi o que aconteceu", assinalou Blatter, que fez suas primeiras declarações oito dias após ser suspenso em uma entrevista à emissora suíça "RROTV".

Joseph Blatter está suspenso de suas atividades por 90 diasEfe

Na entrevista, o dirigente explicou que para o mencionado pagamento de 2 milhões de francos suíços (cerca de US$ 2 milhões), que investiga a Justiça suíça, não houve contrato escrito, mas que tudo foi feito dentro das regras.

Blatter, de 79 anos, admitiu que a suspensão imposta pelo Comitê de Ética foi "um choque" para ele; disse que não compreende por que não pode entrar em seu escritório na sede da Fifa em Zurique e lamentou ter sido condenado de antemão pelos meios de comunicação.

O dirigente suíço, que ocupa a presidência da Fifa desde 1998, disse estar "bem, embora seja um momento difícil" e reconheceu que está aproveitando este tempo "para refletir".

O Comitê de Ética da Fifa sancionou Blatter e Platini no último dia 8, durante 90 dias, após a divulgação da notícia que a procuradoria suíça investiga o primeiro por suspeitas de gestão desleal e abuso de confiança.

Entre as acusações contra Blatter figura "um pagamento desleal" de 2 milhões de francos suíços a Platini "em prejuízo da Fifa".

Segundo a procuradoria suíça, o dinheiro estava destinado "supostamente" a trabalhos feitos entre 1999 e 2002, mas o pagamento foi realizado em 2011. Tanto Blatter como Platini recorreram de suas sanções perante o Comitê de Apelação da Fifa.

No mesmo dia das suspensões, Michel Platini, que preside a Uefa desde 2007 e é vice-presidente da Fifa desde então, formalizou sua candidatura às eleições presidenciais da Fifa previstas para o próximo dia 26 de fevereiro.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia