Por gabriel.santos

São Paulo - Desde que foi confirmada a tragédia envolvendo a Chapecoense, uma grande dúvida paira no ar: qual será o futuro do clube? Grande parte de seu elenco estava no avião que caiu em Medellín e alguns dirigentes já sugerem medidas para que a Chape possa se reerguer após o acidente.

Em virtude da tragédia, Chape pode ser ajudada por outros clubes do BrasileirãoDivulgação

Na tarde desta terça-feira, diversos clubes divulgaram nota oficial em seu site sugerindo algumas medidas. O comunicado representa os presidentes dos clubes brasileiros, como afirma.

Leia também: Em março, vidente previu acidente de avião com 'um time inteiro de futebol'

'Mais que um time, eram uma família', lembra torcedora da Chape desde a infância

As duas medidas sugeridas envolvem a cessão de jogadores para a Chape por empréstimo, sem nenhum tipo de cobrança, e também um pedido para que o clube catarinense não seja rebaixado por três temporadas. Caso termine na zona de rebaixamento, o 16º colocado cairia em seu lugar.

Confira na íntegra a nota:

Neste momento de perda e de profunda tristeza, nós, presidentes dos clubes brasileiros que publicam essa nota, gostaríamos de manifestar nossos mais sinceros sentimentos de pesar e solidariedade à Associação Chapecoense de Futebol e seus torcedores, e em especial às famílias e amigos dos atletas, comissão técnica e dirigentes envolvidos na tragédia ocorrida na madrugada desta terça-feira (29).
 
Mesmo cientes dos prejuízos irreparáveis provocados por este terrível acontecimento, os Clubes entendem que o momento é de união, apoio e auxílio à Chapecoense.
 
Neste sentido, os Clubes anunciam Medidas Solidárias à Chapecoense, que consistirão, dentre outras, em:
 
(i) Empréstimo gratuito de atletas para a temporada de 2017; e
(ii) Solicitação formal à Confederação Brasileira de Futebol para que a Chapecoense não fique sujeita ao rebaixamento à Série B do Campeonato Brasileiro pelas próximas 3 (três) temporadas. Caso a Chapecoense termine o campeonato entre os quatro últimos, o 16o colocado seria rebaixado.
 
Trata-se de gesto mínimo de solidariedade que se encontra ao nosso alcance neste momento, mas dotado do mais sincero objetivo de reconstrução desta instituição e de parte do futebol brasileiro que fora perdida hoje.
 
#ForçaChape

Você pode gostar