Unilever confirma saída da equipe feminina de vôlei do Rio e Sesc assumirá

Time comandado por Bernardinho ganhou 11 títulos nacionais e quatro sul-americanos, entre outras conquistas com o patrocínio da marca

Por O Dia

Rio - Uma parceria vitoriosa do vôlei brasileiro está chegando ao fim após 20 anos. A Unilever oficializou na última terça-feira que deixará de patrocinar a equipe carioca comandada pelo técnico Bernardinho ao fim da temporada, em maio, após o Mundial de Clubes. O comunicado informa que "o Sesc-RJ assume integralmente o time de vôlei feminino que já faz parte do Programa Sesc Esporte".

Bernardinho destaca a importância da Unilever para o vôlei brasileiroMaíra Coelho / Agência O Dia

O Rexona-Sesc se prepara para as quartas de final da Superliga e o primeiro jogo da série melhor de três contra o Pinheiros será na sexta-feira, em São Paulo. A segunda partida será disputada na segunda-feira, no Rio.

"Falar da Unilever é uma coisa que me emociona, pois, particularmente, eu fiz amigos, cresci como homem, vivendo, conhecendo, me inspirando com as pessoas que eu encontrei dentro dessa empresa. Eu me senti realmente parte de um time. Muito mais que um time de vôlei, de um projeto social. Minha sensação é de agradecimento absoluto. Tenho certeza de que o vôlei feminino brasileiro não seria o que é hoje sem a presença da Unilever. A contribuição deles para o nosso esporte, para sua difusão, foi fundamental", afirmou o técnico Bernardinho.

Desde a criação da equipe, em Curitiba, a equipe comandada por Bernardinho ganhou 11 títulos nacionais e quatro sul-americanos, entre outras conquistas.

"Está no DNA da Unilever apoiar ações sustentáveis. Por isso, ao longo desta última temporada, colaboramos com a sucessão de patrocínio da equipe, passando o bastão para o Sesc Rio. Seguimos acreditando no esporte, no impacto positivo que ele traz à sociedade, e compartilhamos dos mesmos valores. É muito gratificante constatar que construímos, juntos, o time mais vencedor da história do vôlei brasileiro e transformamos a vida de mais de 100 mil crianças e adolescentes", afirmou Julio Campos, vice-presidente de vendas da Unilever.

Últimas de Esporte