Loja causa polêmica por vender fantasia de ex-atleta paralímpico condenado por assassinato para o Dia das Bruxas

Fantasia faz alusão ao caso do ex-atleta paralímpico Oscar Pistorius, que matou a namorada a tiros em 2013

Por O Dia

Fantasia de 'Oscar Pistorius assassino' gerou polêmica
Fantasia de 'Oscar Pistorius assassino' gerou polêmica -

Londres - Uma loja chamada Jokers Masquerade, em Londres, no Reino Unido, gerou polêmica após colocar a venda a fantasia "Oscar Pistorius assassino" para o Halloween, conhecido no Brasil como Dia das Bruxas. A vestimenta, que conta com uma arma de brinquedo, faz alusão ao crime cometido pelo atleta paralímpico Oscar Pistorius, em 2013, quando matou a namorada, a modelo Reeva Steenkamp, com quatro tiros.

Galeria de Fotos

O ex-velocista paralímpico Oscar Pistorius AFP
Pistorius ao lado de Reeva Steenkamp AFP
Fantasia de 'Oscar Pistorius assassino' gerou polêmica Reprodução

Pistorius foi condenado a 13 anos e 5 meses de prisão por crime doloso, quando há a intenção de matar. O ex-paratleta admitindo que disparou contra Steenkamp, porém, alegou ter pensado se tratar de um bandido que havia invadido sua residência, em Pretória, na África do Sul.

O velocista ficou conhecido mundialmente por ser o primeiro atleta olímpico e paralímpico da história a competir de maneira simultânea e em igualdade de possibilidades com atletas não deficientes nas Olimpíadas de Londres, em 2012. Possui seis medalhas de ouro das Paraolimpíadas, além de ser o detentor do recorde mundial dos 100, 200 e 400 metros rasos.

Últimas de Esporte