Polícia encontra corpo de atleta desaparecida com sinais de tortura

Fisiculturista teve o seio arrancado e a cabeça decapitada

Por O Dia

Leyla Evans foi brutalmente assassinada
Leyla Evans foi brutalmente assassinada -

Honduras - O mundo do esporte está em choque com um assassinato brutal da fisiculturista Leyla Evans. Aos 30 anos de idade, ela tinha sumido por alguns dias quando seu corpo foi encontrado dentro de um porta-malas, nesta semana, ao lado de um rio. 

De acordo com o jornal hondurenho 'Tiempo', a fisiculturista estava com marcas de tortura pelo corpo, com o seio esquerdo arrancado e a cabeça decapitada. As autoridades do país da América Central ainda vão investigar a motivação do crime que chocou a todos.

Segundo a publicação revelou, familiares só conseguiram reconhecer a atleta por causa das tatuagens, pois seu corpo estava irreconhecível. 

Leyla Sarahí Evans era uma fisiculturista famosa no país e chegou a ser campeã nacional de fisiculturismo em 2016. Nos últimos meses ela estava trabalhando como personal trainer em academias da sua cidade.

Últimas de Esporte