Pentacampeão revela que ouvia vozes dizendo que iria morrer em acidente de carro

Depois do incidente, Rivaldo se tornou uma pessoa religiosa

Por O Dia

Seleção brasileira conquistou o penta em 2002
Seleção brasileira conquistou o penta em 2002 -

Argentina - O pentacampeão Rivaldo revelou em entrevista ao jornal argentino 'Clarín' um dos momentos mais dramáticos de sua vida. Após deixar o Cruzeiro em 2004, já encaminhando para o final de sua carreira, ele ouviu vozes dizendo que iria morrer em um acidente de carro.

Galeria de Fotos

Rivaldo AFP
Rivaldo participou da conquista do pentacampeonato em 2002 Reprodução/Instagram
Seleção brasileira conquistou o penta em 2002 CBF

"Eu não era crente. Mas em 2004 me aconteceu algo impressionante. Comecei a ouvir uma voz me dizendo que eu ia morrer em um acidente de trânsito. Eu a escutei a cada momento e muito claro. Mais tarde, outra voz me disse que se eu acreditasse em Deus eu não ia morrer", revelou.

O ex-atacante disse que sentiu muito medo, até porque seu pai morreu desta forma: "O mais estranho é que eu realmente queria dirigir. Então eu colocaria qualquer desculpa dirigir. Meu próprio pai morreu em um acidente. Fui só a Mogi Mirim, a 160 km de São Paulo. E toda a viagem estava essa voz, cada vez mais forte. Tinha a sensação de que esse dia ia acontecer algo. Nesse dia decidi entregar minha vida a Deus. E nunca mais escutei essas vozes".

Já aposentado dosa gramados, atualmente Rivaldo é um evangélico praticante e diz que apoia Jair Bolsonaro: "Acredito que o Brasil precisa de uma pessoa forte", afirmou Rivaldo. "Não é fácil viver no Brasil, há muita violência. E ele é um homem que tem demonstrado que quer mudar as coisas, e todas as igrejas estão apoiando ele", encerrou.

Últimas de Esporte