Presente em 19 partidas, árbitro de vídeo altera dez decisões nos Estaduais

Tecnologia atua em mudanças de marcações em três Estaduais; maior utilização até agora foi no Rio

Por ESTADÃO CONTEÚDO

Árbitro de vídeo
Árbitro de vídeo -

Rio - A principal novidade no futebol brasileiro deste ano, o árbitro de vídeo (VAR), está bastante atuante nos Campeonatos Estaduais pelo Brasil. Até agora 19 partidas de quatro competições (Paulista, Carioca, Mineiro e Gaúcho) já contaram com a tecnologia, que até agora fez dez diferentes lances terem a decisão revista pelo árbitro de campo.

O jogo com maior atuação do VAR até agora foi no sábado, pelo Campeonato Mineiro. Em Varginha, o Boa empatou sem gols com o Atlético-MG pela semifinal após o time da capital ter três lances definidos com o auxílio da tecnologia. Os auxiliares anularam dois gols do Atlético-MG e definiram ainda a expulsão do volante José Welison, após análise do vídeo.

No entanto, o Estadual com mais decisões revistas pelo VAR até agora foi no Rio de Janeiro. A tecnologia foi utilizada até o momento nas semifinais e finais tanto da Taça Guanabara como da Taça Rio. Quatro lances tiveram a decisão revista depois dos auxiliares revisarem as imagens da televisão.

O Campeonato Paulista passou a contar com o árbitro de vídeo nas quartas de final e teve até agora três lances alterados. No mesmo Estadual a tecnologia foi utilizada para referendar outras duas decisões. No Morumbi, na partida entre São Paulo e Ituano, os assistentes confirmaram que não houve pênalti em Everton Felipe. Outro lance foi no encontro entre Corinthians e Ferroviária. O árbitro assinalou impedimento de Gustagol e depois confirmou a marcação.

Pelas próximas semanas, a reta final dos Estaduais terá mais jogos com a participação do VAR. Ao todo a tecnologia estará presente em mais de 40 partidas de dez campeonatos regionais. Fora as fases finais do Paulista, Carioca e Mineiro, a tecnologia será utilizada nas decisões do Catarinense, Goiano, Cearense, Paraibano, Baiano e, por fim, no Gaúcho, torneio em que o VAR também já foi utilizado no clássico entre Grêmio e Inter, pela primeira fase, e voltará a estar presente na final.

Comentários