Clássico em ritmo de decisão

Em situação mais confortável, Botafogo recebe um Vasco desesperado na luta pela vaga nas semifinais da Taça Guanabara

Por

Um duelo com cara de final marca o clássico entre Botafogo e Vasco, hoje, às 16h, no Estádio Nilton Santos, na corrida por uma das vagas para as semifinais da Taça Guanabara. Com seis pontos e na quarta colocação do Grupo A, a equipe de General Severiano vive uma situação mais tranquila que a do rival por causa da proximidade dos líderes Boavista e Flamengo. Já o Vasco, que não depende apenas de si para se manter na luta pelo título do primeiro turno do Carioca, precisa vencer.

O Alvinegro vai poupar pelo menos duas peças consideradas importantes: o zagueiro argentino Joel Carli e o volante Cícero. A preocupação da comissão técnica é segurar alguns atletas já com o pensamento na partida contra o Caxias, em Porto Alegre, na próxima quarta-feira, válida pela primeira fase da Copa do Brasil.

Valentim vai esperar até o último momento para decidir se escala o atacante Pedro Raul, que já fez dois gols no Carioca. Se o camisa 9 realmente for poupado, a expectativa é que Navarro ganhe uma chance.

Em São Januário, o momento é de muita tensão. Com apenas quatro pontos ganhos e na quarta posição no Grupo B, o Vasco ganhou uma sobrevida na Taça GB depois do empate de ontem entre Madureira e Bangu (0 a 0). Mas, para se classificar, tem que vencer seus dois jogos restantes (Botafogo e Portuguesa) e torcer para que Madureira (que pegará o Flamengo) e Volta Redonda (Portuguesa e Boavista) não pontuem mais.

Pressionado pela torcida, principalmente após a derrota por 1 a 0 para a Cabofriense, sexta-feira, em casa, o técnico Abel Braga vai escalar os reservas no clássico de hoje. Ele está mais preocupado com a estreia do time na primeira fase da Copa Sul-Americana, quarta-feira, na Colina, diante dos bolivianos do Oriente Petrolero.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários