Clássico vale a ponta e a hegemonia

Líder e vice-líder, Barça e Real Madrid fazem duelo em busca da soberania no histórico dos confrontos

Por

PSG de Neymar e Mbappé jogará com portões fechados contra o Borussia
PSG de Neymar e Mbappé jogará com portões fechados contra o Borussia -

Real Madrid e Barcelona duelam hoje, às 17h, no Santiago Bernabéu, pela 26ª rodada do Campeonato Espanhol, em clássico que pode selar o destino da competição. Líderes, com 55 pontos, os catalães ficam mais perto do título em caso de vitória sobre os madrilenos, vice-líderes, com 53, e que precisam do triunfo para recuperar a ponta da tabela, perdida na rodada passada.

A motivação é grande. Principalmente porque um dos dois rivais poderá ficar à frente do histórico de confrontos no Espanhol. Real e Barça estão empatados com 72 vitórias, além de 35 empates. Promessa de fortes emoções.

"Não é um jogo normal e mantenho intacto o sentimento com a qual joguei o primeiro clássico, sempre com a ambição de vencer", disse Sergio Ramos, capitão do Real Madrid e jogador que mais atuou na história do 'El Clásico', com 43 partidas contra o rival em 15 temporadas.

Para Ter Stegen, goleiro do Barcelona, a rivalidade fala mais alto do que a luta pelo título. "Neste momento, não pensamos na situação na tabela, queremos vencer e buscar o melhor para o clube", frisou Stegen, na expectativa de um jogo bem diferente do clássico no primeiro turno (0 a 0, no Camp Nou).

O Real Madrid irá a campo sem Hazard e Asensio, lesionados, além de Rodrygo, suspenso. Os catalães não terão os machucados Dembélé, Suárez, Sergi Roberto e Jordi Alba. Piqué, com torção no tornozelo direito, é dúvida.

Comentários