Após sofrer mal-estar, tetracampeã brasileira de basquete morre aos 39 anos

Kelly Cota defendeu várias equipes brasileiras e atualmente trabalhava como educadora no Instituto Passe de Mágica

Por O Dia

Luto
Luto -
Rio - Nesta terça-feira, a tetracampeã brasileira de basquete Kelly Cota morreu aos 39 anos. Campeã sul-americana e tetracampeã brasileira, a pivô defendeu equipes como Vasco, Santo André, Piracicaba, São Paulo-Guaru e Americana, Kelly foi homenageada pela Liga de Basquete Feminino (LBF). Educadora no Instituto Passe de Mágica desde 2010, Kelly será velada em São Paulo.
"Infelizmente acordamos com essa notícia triste do falecimento da Kelly, uma menina jovem, uma menina do bem, doce, responsável, que vinha fazendo um trabalho importante social. As crianças eram apaixonadas por ela. (...) Perdemos uma pessoa especial. Estamos todos muito tristes no dia de hoje – lamentou Magic Paula."
Kelly trabalhava no ginásio poliesportivo do Núcleo Vila Sônia, em Piracicaba, interior do estado de São Paulo. Amigos e alunos farão um momento de despedida ainda nesta terça.

A causa da morte foi Tromboembolismo Pulmonar e Agente Biodinâmico Funcional. Kelly teria dado entrada no hospital após um mal-estar nesta madrugada, e o óbito fora anunciado às 1h20. O enterro está marcado para esta quarta-feira e será realizado em São Paulo.

Galeria de Fotos

Luto Reprodução
Tetracampeã brasileira, Kelly Cota morre aos 39 anos Arquivo pessoal

Comentários