André Loffredo - Reprodução
André LoffredoReprodução
Por O Dia
Rio - André Loffredo desaprovou a postura de Paulo Carneiro, presidente do Vitória. No intervalo da partida contra o Ceará, o mandatário invadiu o campo e ameaçou agredir o meia Vinícius, que estava sendo entrevistado no momento. O Ceará venceu por 4 a 3. Para o comentarista, Carneiro deveria procurar um psicólogo.
Publicidade
"As pessoas quererem resolver esse tipo de coisa com este tipo de atitude, elas não deveriam estar nem inseridas na sociedade. No mundo do futebol então, é lamentável. Uma pessoa que não tem postura para tratar com as outras pessoas não poderia ser dirigente de nada. Não pode nem se dirigir. Tem que se dirigir ao psicólogo, se cuidar e aí tentar ser alguma coisa para tentar participar da vida em sociedade", disse Loffredo durante o "SporTV News" desta quinta-feira.
"Quando a gente está num jogo de futebol, a gente vê algumas coisas acontecerem, acha que algumas injustiças foram cometidas e podem até se exaltar e perder um pouquinho o tom. Não neste nível. Este nível é baixíssimo. Acho que as pessoas, durante um jogo de futebol, podem fazer uma reclamação com o árbitro e acabar sendo expulsas, podem cometer um erro de avaliação e sair um pouquinho do tom, mas não neste nível. Não é admissível para o futebol brasileiro", completou o jornalista.