Neymar se diverte em treino da seleção brasileira - Lucas Figueiredo/CBF
Neymar se diverte em treino da seleção brasileiraLucas Figueiredo/CBF
Por O Dia
Peru - Após a goleada sobre a Bolívia, o Brasil terá pela frente um adversário que traz boa recordação recente para a equipe de Tite. Nesta terça-feira, às 21 horas (de acordo com o horário de Brasília), a Seleção enfrenta o Peru, em reedição da final da última Copa América, pela segunda rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022.
A tendência é que a seleção brasileira entre em campo com a mesma escalação que fez 5 a 0 nos bolivianos. Sem Daniel Alves, Tite mantém o revezamento do capitão da seleção brasileira. Thiago Silva será o responsável por utilizar a braçadeira na partida contra o Peru, nesta terça-feira.
Publicidade
Depois do título da Copa América conquistado pelo Brasil em final vencida por 3 a 1 no Maracanã, as duas equipes se enfrentaram no ano passado em amistoso. Melhor para os peruanos que venceram por 1 a 0. A seleção peruana ainda não venceu nas Eliminatórias. Na estreia, a equipe comandada por Ricardo Gareca empatou em 2 a 2 com o Paraguai, fora de casa.
Para conseguir mais uma vitória, a seleção brasileira aposta na movimentação ofensiva da equipe de Tite que mostrou bastante desenvoltura na goleada sobre a Bolívia. Coutinho, Neymar, Everton e Firmino devem formar o quarteto ofensivo da seleção brasileira. Sem o seu principal jogador, Paolo Guerrero, que se recupera de grave lesão, o Peru quer mostrar que o trabalho de Gareca produz frutos, mesmo sem o atacante do Internacional.
Publicidade
FICHA TÉCNICA
PERU X BRASIL
Publicidade
Estádio: Nacional de Lima (Peru)
Árbitro: Julio Bascuñán (Chile)
Assistentes: José Retamal e Raul Orellana (Chile)
Quarto árbitro: Ivo Mendez (Bolívia)
Árbitro de vídeo: Piero Maza (Chile)
Auxiliar de vídeo: Gery Vargas (Bolívia)
Publicidade
PERU: Gallese; Advíncula, Zambrano, Abram e Trauco; Tapia, Aquino, Yotpun, Carilllo e Cueva; Ruidíaz / Técnico: Ricardo Gareca

BRASIL: Weverton; Danilo, Marquinhos, Thiago Silva e Renan Lodi; Casemiro, Douglas Luiz e Philippe Coutinho: Everton, Roberto Firmino e Neymar / Técnico: Tite