Neymar, que se recupera de uma lesão no tornozelo, será desfalque pelo quarto jogo seguido do PSG - AFP
Neymar, que se recupera de uma lesão no tornozelo, será desfalque pelo quarto jogo seguido do PSGAFP
Por O Dia
Paris - Cercada de polêmica, a folga de uma semana de Neymar no Brasil não foi suficiente para o atacante se recuperar de uma torção no tornozelo esquerdo. Reavaliado pelo departamento médico do Paris Saint-Germain, da França, o camisa 10 foi vetado e será desfalque na estreia do técnico argentino Mauricio Pochettino contra o Saint-Etienne, nesta quarta-feira, no Estádio Geoffroy-Guichard. A informação foi revelada pelo jornal francês "Le Parisien".

A lesão sofrida no dia 13 de dezembro fez Neymar perder os três últimos jogos do PSG, terceiro colocado no Campeonato Francês. De volta a Paris, o atacante foi alvo de críticas não apenas pela imprensa brasileira. A repercussão no exterior não foi das melhores após a 'maratona' de festas no recesso de fim de ano. A maior polêmica ficou por conta da cerimônia de réveillon para até 500 convidados em Mangaratiba, onde o craque tem uma mansão, em meio ao crescimento de casos do novo coronavírus.
Após receber uma notificação do Ministério Público do Rio, Neymar negou a realização de uma festa para o nume especulado de convidados. No entanto, alugou outra mansão no mesmo condomínio para receber amigos, celebridades e um verdadeiro time de beldades.
Publicidade
Nesta segunda-feira, Pochettino comandou o segundo treinamento no novo clube. Antes da atividade, conversou pessoalmente com Neymar. Caso o veto do camisa 10 seja confirmado, o número de desfalques do PSG chegará a seis: Kimpembe, Paredes (quadril), Florenzi e Bernat, além do brasileiro Rafinha, diagnosticado com covid-19.