Washington Rodrigues: Alerta de pressão no Flamengo

Vitória sobre os argentinos do River Plate passou a ser obrigação para aliviar a tensão

Por O Dia

Carpegiani escalou reservas no Fla-Flu
Carpegiani escalou reservas no Fla-Flu -

Rio - Se o Flamengo de Carpegiani (foto) perdesse a Taça GB para o Boavista, o dano seria menor do que os 4 a 0 impostos pelo Fluminense em Cuiabá. Perder faz parte do jogo, mas, no futebol, perder tem pesos diferentes. Derrota em um clássico para um rival por um gol, tem uma repercussão, se o gol que determinou a derrota foi de pênalti, o peso é menor. Se perdeu mandando no jogo, com gols perdidos, bolas na trave e o goleiro adversário sendo figura, a galera até aplaude. Agora, tomar uma goleada escalando um time de reservas mesclado com ex-titulares, alguns deles queimados, sem que houvesse necessidade aparente, não tem perdão. O jogo de quarta, pela Libertadores, contra o River Plate, 20º colocado no Campeonato Argentino, será disputado no Rio e haveria tempo de sobra para descanso. Se mesclasse a equipe, pelo menos, manteria o equilíbrio e não correria tanto risco. A vitória sobre os argentinos passou a ser obrigação para aliviar a tensão.

PEDALADAS

Vasco procurando estreitar ainda mais os laços com as Casas Portuguesas. A ideia é fortalecer a carteira de sócios-torcedores.

Não haverá concorrência e nem mesmo sorteio para escolha da cidade que sediará a decisão da Libertadores a partir de 2019, a primeira a ser decidida em jogo único, como nos moldes europeus. Serão avaliados, visibilidade, retorno comercial e condições de conforto e segurança. Lima, capital do Peru, desponta como a cidade favorita.

BOLA FORA

Alguns jogadores do Fla, como Romulo, Trauco e Geuvânio, já tiveram oportunidades para mostrar evolução e só pioraram. Os três já tiveram seus momentos, mas agora...

 

BOLA DENTRO

Marcos Junior superou problemas e vem ganhando moral no time do Flu. Não bastasse, o baixinho de 1m68 resolveu desafiar os gigantes das zagas metendo gols de cabeça.

ABEL FAZ MÁGICA NO FLUMINENSE

O Fluminense não tem um timaço e nem está pronto para embates mais fortes, mas é inegável o progresso graças ao trabalho de Abel Braga e sua comissão técnica. O elenco é bem reduzido, não possui estrelas e mesmo assim os resultados deste início de temporada impressionam demais. O sistema defensivo melhorou muito, a saída da defesa para o ataque se faz de maneira mais rápida e as bolas não param de beijar as redes adversárias. Mago Abel e sua varinha mágica estão dando vida nova ao Fluminense.

Comentários

Últimas de A Palinha Do Apolinho