Tite - Mowa Press
TiteMowa Press
Por O Dia

Rio - Os dois últimos amistosos do ano, válidos pela série 'Me Dá Um Dinheiro Aí', colocarão a seleção brasileira diante de Uruguai e Camarões, nos dias 16 e 20 de novembro, na Inglaterra. Na coletiva, Tite (foto), Silvinho e Edu Gaspar trataram os amistosos caça-níqueis como se fossem importantes. Tite falou sobre sua mais recente revelação, Allan, cria do Vasco da Gama de onde saiu para jogar na Udinese em junho de 2012, transferindo-se para o Napoli em 2015. Allan terá 28 anos em janeiro e essa nova passagem pela Seleção (esteve na sub-20 em 2011) o colocará na vitrine, com possibilidades de um bom contrato na Inglaterra. Em quase uma hora de papo furado, Edu Gaspar ainda encontrou tempo para justificar o fato de a CBF não convidar seleções europeias para jogar no Brasil. Alegou que a Fifa não quer viagens longas. Quer dizer, o Brasil pode jogar na Inglaterra porque é perto, a Inglaterra não pode jogar no Brasil porque é longe. Por favor, me poupe.

VERGONHA E MUITA INCOMPETÊNCIA
Publicidade
A grande procissão do Campeonato Brasileiro entra na reta final e a chegada na igreja-matriz será turbulenta e com o andor balançando. E muito. A incompetência dos árbitros que trabalham no futebol brasileiro gera erros grotescos que provocam a ira de jogadores, técnicos e dirigentes, que acabam punidos três vezes. A primeira com os absurdos cometidos modificando resultados em campo; a segunda com os cartões amarelos e vermelhos distribuídos pelos árbitros contra os indignados; a terceira com as punições nos tribunais de Justiça Desportiva.
Publicidade
PEDALADAS
Dirigentes do Internacional vão à CBF protestar contra o árbitro mineiro Igor Júnio Benevenuto pelos erros cometidos no jogo de sexta-feira contra o Vasco, em São Januário. Sabe o que vai acontecer após tanta polêmica? Nada.
Publicidade
Federico Valverde, técnico do Real Madrid, disse que o clássico de hoje com o Barcelona não será menor por não ter o português Cristiano Ronaldo e o argentino Lionel Messi. Tem razão o Valverde: não será menor, será muito menor.
Publicidade
BOLA DENTRO
Arthur saiu do Grêmio e chegou ao Barcelona como se o único problema fosse a troca de camisas. Tomou conta, encantando treinador, companheiros e ganhando a galera.
Publicidade
BOLA FORA
Publicidade
Dorival Júnior pegou leve com Diego Alves, que cometeu indisciplina gravíssima, inclusive desafiando o comando. Se fosse com o Evaristo de Macedo, já teria rodado.
 
Você pode gostar
Comentários