Washington Rodrigues: Alerta de tsunami

Algumas transações envolvendo compra, venda e mesmo empréstimo de jogadores nunca foram absolutamente transparentes, deixando dúvidas no ar

Por O Dia

Presidente do Internacional, Vitorio Piffero (E), ao lado de Fernando Carvalho (C) e Celso Roth
Presidente do Internacional, Vitorio Piffero (E), ao lado de Fernando Carvalho (C) e Celso Roth -

Rio - As investigações que levaram o Ministério Publico do Rio Grande do Sul a colocar a lupa nas ações dos dirigentes do Internacional na gestão do presidente Vitorio Piffero (foto) estão deixando muitos outros dirigentes com pesadelos. As suspeitas de uma relação promíscua com empresários de jogadores levaram à apreensão de documentos, recibos, contratos e tudo o mais que foi encontrado na sede ou nas casas dos envolvidos. Vamos aguardar o desfecho para ver se o resultado não dispara um alerta capaz de provocar um tsunami no mundo da bola. Algumas transações envolvendo compra, venda e mesmo empréstimo de jogadores nunca foram absolutamente transparentes, deixando dúvidas no ar. Da mesma forma, alguns salários astronômicos pagos a jogadores medianos chamam a atenção, especialmente na importação desenfreada de estrangeiros. Batidas nas portas às seis da manhã, não sendo o padeiro, provocarão pânico.

PEDALADAS

Alguém deve ter surrupiado o livro de táticas do Pep Guardiola. O Manchester City perdeu em casa para o modesto Crystal Palace, ex-clube do goleiro Diego Cavalieri, por 3 a 2, e viu o Liverpool abrir quatro pontos de vantagem na liderança do Campeonato Inglês.

O América perdeu para o Americano na estreia da seletiva do Campeonato Estadual por 1 a 0. Com apenas cinco jogos, uma nova derrota pode ser determinante para a eliminação.

O RETORNO DE MURALHA

O goleiro Alex Muralha reapareceu depois de um período jogando por empréstimo no Japão disposto a dar a volta por cima. Acho possível, desde que saiba escolher quando e onde. Atacantes perdem gols, pênaltis e a vida continua, mas goleiros, não. Por ser o responsável pelo chamado último reduto da equipe, precisa estar permanentemente atento e em boa forma. No Flamengo, Muralha passou por uma crise possivelmente por desvio de atenção. Estava em campo com a cabeça em outro lugar.

 

BOLA DENTRO

Tite foi realista quando disse que sabe que seu destino depende do resultado da Copa América. Tem noção de que sobreviver ao fracasso na Copa da Rússia já foi algo incomum.

BOLA FORA

O Maracanã terá cinco jogos na Copa América: três na fase inicial, um nas quartas de final e a decisão. O Brasil jogará no Rio se for finalista. Já pensaram numa final Japão x Catar?

 

Comentários

Últimas de A Palinha Do Apolinho