Faltando gol falta tudo

Por O Dia

Barrado por Marcão, Ganso entrou no fim do jogo contra a Chapecoense. Mudança não surtiu efeito
Barrado por Marcão, Ganso entrou no fim do jogo contra a Chapecoense. Mudança não surtiu efeito -
O Fluminense empatou em 1 a 1 com a Chapecoense, no Maracanã, no que terminou sendo um péssimo resultado para os dois times, mas pior ainda para os cariocas, uma vez que a Chapecoense, como visitante, garimpou um pontinho na luta contra o rebaixamento. Na verdade, o resultado refletiu o que foi o jogo. O Flu teve mais a bola, mas as chances reais foram bem divididas e a galera tricolor sabe os sustos que passou. Com Marcos Paulo e deixando Ganso no banco, Marcão pretendia dar mais velocidade e consistência ao time, só que não funcionou como o esperado. Atacando até criou boas oportunidades, contornadas com dificuldades pelos defensores contrários. Mas continuou vulnerável, tanto que o goleiro Muriel voltou a ser figura com algumas defesas difíceis. No final, o papo de sempre: o desempenho foi bom só faltou o gol e tem dias em que a bola não quer entrar. Desempenho não pontua, a bola não tem vontade, vai para onde mandam e faltando gol, falta tudo.

BEIRADINHA
O técnico do Vasco, Vanderlei Luxemburgo, está fazendo o típico papel de mineirinho, comendo pelas beiradas como se fosse mingau quente. Ele foi a Porto Alegre e viu os seus comandados ganharem do Internacional por 1 a 0. Partiu para Fortaleza e seu time arrancou empate com o Ceará em 1 a 1. Foram quatro pontos fora de casa com bom desempenho. Vale ressaltar que o Vasco poderia ter trazido seis pontos na bagagem, uma vez que, no Castelão, sofreu o gol do empate no fim, em mais uma decisão pará lá de discutível do árbitro, baseada na engenhoca do VAR.

PEDALADAS
O Internacional foi a Salvador e venceu o Bahia por 3 a 2. Vitória difícil, que marcou a boa estreia de Zé Ricardo no comando Colorado.
Machucada, torcida do Grêmio protestou no clube e exigiu as cabeças de André, Galhardo e Paulo Vitor no sal grosso e na taboa de churrasco. Renato foi poupado.
Caravanas aéreas do Mengão para Santiago sendo montadas.

BOLA DENTRO
A seleção brasileira Sub-17 estreou na Copa do Mundo triturando o Canadá. Goleada de 4 a 1 com direito a chocolate. Meninada abalou geral no Bezzerrão e poderia ter feito mais.

BOLA FORA
Corinthians e Santos ficaram no 0 a 0 num dos piores jogos do ano. Fabio Carille e Jorge Sampaoli seguem descendo a ladeira e sem freios na direção da panela fervente.

Comentários