Honda. Coritiba x Botafogo pelo Campeonato Brasileiro no Estadio Couto Pereira. 19 de dezembro de 2020, Curitiba, PR, Brasil. Foto: Vitor Silva/Botafogo. .Imagem protegida pela Lei do Direito Autoral Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998.
Honda. Coritiba x Botafogo pelo Campeonato Brasileiro no Estadio Couto Pereira. 19 de dezembro de 2020, Curitiba, PR, Brasil. Foto: Vitor Silva/Botafogo. .Imagem protegida pela Lei do Direito Autoral Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998.Vitor Silva/Botafogo.
Por O Dia
Rio - Apesar de ter rescindido com o Botafogo em meio à briga contra o rebaixamento no Brasileirão, o meia Honda ainda é querido nos bastidores do clube. Em entrevista ao "Canal do TF", o vice-presidente Vinicius Assumpção revelou que o clube ainda mantém contato com o japonês e que ele deseja ser uma espécie de embaixador do Botafogo.
"Foi feito contato do presidente, há interesse do clube nisso, falta amarrar umas coisas. Mas o interesse é total. Ele não performou como desejávamos, a torcida sabe disso, mas ele foi de correção muito grande conosco. Teve dificuldade para entender a cultura, como lixo no chão que ele recolhia, era muito profissional. Quando tinha recreativo, algo que não estava acostumado, preferia treinar a parte física. Mas foi muito correto. Exigiu os direitos dele, que estão no contrato, como todo trabalhador, mas ao sair falou que ficou apaixonado pela torcida do Botafogo. Disse que quer vir ao Brasil ver a torcida no estádio e se puder fazer evento com ele. Queria fazer algo para o torcedor, entrou essa campanha do sócio, que estamos tratando", afirmou o dirigente.
Publicidade
Honda deixou o Botafogo no fim de 2020 e encaminhou um acerto com o Portimonense (POR). No entanto, não conseguiu ser inscrito pelo clube português por questões burocráticas.