Rodrigo Muniz é uma das revelações da base que interessam ao Goiás
Rodrigo Muniz é uma das revelações da base que interessam ao GoiásMarcelo Cortes/Flamengo
Por Venê Casagrande
A diretoria do Flamengo e os empresários de Rodrigo Muniz negociam desde o começo do ano uma renovação de contrato e, consequentemente, uma valorização salarial para o atacante, como aconteceu com outros destaques do Sub-20 que foram promovidos ao elenco profissional recentemente. Porém, neste momento, as tratativas estão congeladas.

Segundo apurou a reportagem, com pessoas ligadas à diretoria do Flamengo, o clube apresentou uma oferta ao estafe de Rodrigo Muniz, com um projeto a longo prazo para o jovem de 19 anos. Os agentes do atleta, da empresa AGON, fizeram uma contraproposta, algo que o clube entendeu que, neste momento, por conta da queda de receita por causa da pandemia, não poderia aceitar. Com isso, as conversas esfriaram nos últimos dias e estão estagnadas.

Apesar da falta de acordo em relação à renovação de Rodrigo Muniz, as partes têm um ótimo relacionamento e mantém um bom diálago. O Flamengo entende que Rodrigo Muniz, embora mereça uma valorização salarial, têm um contrato longo e que em breve o assunto será resolvido, mas não pode assumir riscos em um momento de incertezas financeiras.

Os empresários seguem na mesma linha da cautela e paciência, entendem que Rodrigo Muniz está cumprindo todas as etapas necessárias do seu desenvolvimento no Flamengo e querem tratar esse assunto de forma mais clara possível. Por outro lado, eles entendem que o jogador merece (e muito) ter o salário reajustado, já que ainda tem vencimentos "patamar Sub-20".
Rodrigo Muniz é um dos nomes mais conhecidos no time que iniciou o Carioca: o atacante fez seis jogos pelo Coritiba no Brasileirão - Marcelo Cortes / Flamengo / DIVULGAÇÃO
Rodrigo Muniz é um dos nomes mais conhecidos no time que iniciou o Carioca: o atacante fez seis jogos pelo Coritiba no BrasileirãoMarcelo Cortes / Flamengo / DIVULGAÇÃO

MERCADO DE OLHO EM MUNIZ:

Há cerca de 15 dias, o Atlético-MG sondou a situação de Rodrigo Muniz, atualmente artilheiro do Flamengo no Carioca, com cinco gols. O Galo não chegou abrir negociações e fez uma consulta, considerada como "algo normal de mercado" por um dirigente do time mineiro que foi questionado pela reportagem a respeito do assunto. A ideia era tentar um empréstimo, com a possibilidade de envolver outro atleta, mas nada avançou.

Na busca de informações por Muniz, o Atlético-MG logo viu que tirar o atacante do Rubro-Negro carioca seria uma tarefa complicada e mudou o foco. Mas a equipe do Galo responsável por monitorar possíveis reforços para o time e "aprovou" o nome do jogador do Flamengo.
O Atlético-MG busca um centroavante e um zagueiro no mercado, mas sem pressa, pois para a primeira fase da Libertadores a lista de inscritos já foi definida e o Estadual já está em andamento. A ideia é manter a calma para poder dar "tiro certo".

O atual contrato de Rodrigo Muniz no Flamengo é válido até maio de 2024. A multa rescisória do atacante para clubes do futebol brasileiro está avaliada em 40 milhões de reais, algo em torno de 6 milhões de euros, mas teria que ser paga à vista.
Publicidade
Rodrigo Muniz chegou ao Flamengo em 2018, após se destacar no Sub-19 do Desportivo Brasil mesmo com 17 anos. Pelo Rubro-Negro, o atacante já fez 97 jogos, entre Sub-17, Sub-19, Sub-20 e Profissional, e marcou 42 gols, mostrando ter um grande faro de gol, além de boa capacidade tática, técnica e física, pelo bom porte que tem.