Luxemburgo fala em 'risco calculado' para 'jogar a vida no Brasileiro'

Com time misto, Flamengo perde para o Coritiba por 3 a 0, no Couto Pereira, e fica em situação delicada na Copa do Brasil

Por fabio.klotz

Curitiba - O foco do Flamengo é a luta para ficar em uma situação tranquila no Brasileiro. A escolha por time misto, nesta quarta-feira, contra o Coritiba, na Copa do Brasil, comprova o principal objetivo: sair da confusão no principal torneio do país. Após perder para o Coxa por 3 a 0, o técnico Vanderlei Luxemburgo falou em "risco calculado" e reforçou a meta rubro-negra de priorizar o Brasileirão.

LEIA MAIS: Apático, Flamengo perde e fica em situação complicada na Copa do Brasil

Flamengo foi derrotado em CuritibaDivulgação

"O que aconteceu nesse jogo foi o menos importante. Houve um risco calculado na Copa do Brasil, mas agora voltamos ao Campeonato Brasileiro. É a nossa vida. É importante a torcida entender isso", disse o técnico.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Flamengo

Para avançar na Copa do Brasil, o Flamengo, atual campeão do torneio, precisa vencer, na quarta-feira, no Maracanã, por quatro gols de diferença ou por 3 a 0 para levar a decisão aos pênaltis. Antes de disputar o duelo de volta, o Rubro-Negro volta as atenções para o Brasileiro.

"Nossa situação ainda é muito difícil no Brasileiro. A tabela é complicada, vamos enfrentar a parte de cima da competição. Ou seja, os times que estão melhores. Tenho a certeza de que podemos fazer um trabalho bom, mas sei que também corremos riscos", argumentou Luxa.

No domingo, às 16h, o Flamengo enfrenta o Vitória no Barradão. O clube carioca está embalado no Brasileiro e vem de quatro vitórias consecutivas. O time ocupa a 11ª colocação com 22 pontos.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia