Com ajuda da zaga adversária, Fla vence o líder Cruzeiro no Maracanã

Em falhas de Manoel, Dedé e Fábio, Rubro-Negro vence o time mineiro com facilidade e se afasta da zona da degola

Por edsel.britto

Rio - Jogando em casa, o Flamengo fez valer o fator casa e também aproveitou as falhas da zaga do Cruzeiro para vencer com tranquilidade o líder do Brasileirão por 3 a 0, no Maracanã. Com gols Dedé (contra), Canteros e Gabriel, o time Rubro-Negro se afasta da zona de rebaixamento e encaixa a segunda vitória seguida na competição. 

Canteros fez o segundo gol da vitória por 3 a 0 do Flamengo sobre o CruzeiroMárcio Mercante

Com o resultado posivito, o Flamengo agora tem 37 pontos e é o 10º colocado na tabela. No próxima domingo, o Fla visita o Atlético-PR, às 16h, na Arena da Baixada. Já o líder Cruzeiro perdeu a segunda seguida, vê os seus rivais na briga pelo título enconstarem, mas continua no topo com 56 pontos. Também no domingo, a Raposa visita o Vitória, no Barradão, às 18h30.

O JOGO

Aproveitando o Maracanã lotado e o fator casa, o Flamengo começou o jogo se lançando ao ataque pressionando o Cruzeiro. Sempre apostando na velocidade de Everton, as melhores chegadas ao ataque eram do Fla e aos 10 veio a primeira chance. Após boa jogada, o camisa 22 passou para Alecsandro que serviu Canteros mas o argentino finalizou mal por cima do gol. Mas o gol do Rubro-Negro não tardou a sair.

FOTOGALERIA: Confira as imagens da vitória do Flamengo por 3 a 0 sobre o Cruzeiro

Aos 13, Márcio Araújo desarmou Nilton na saída de bola e serviu Alecsandro na direita. O atacante do Fla cruzou para área e o zagueiro Dedé foi tentar afastar e colocou contra a própria meta. 1 a 0 Flamengo e festa no Maracanã. Atrás no placar, o Cruzeiro começou a sair para o jogo e aos 18 teve ótima chance para empatar. Marquinhos cobrou falta na área e Nilton desviou a bola que passou tirando tinta da trave. Após o lance, o líder do brasileiro começou a pressionar o Fla.

Alecsandro teve papel importante na partida apesar de não marcar o seu golAndré Mourão

Em duas oportunidades seguidas, Marcelo Moreno teve boa chance de empatar o jogo mas parou em Paulo Victor. Aos 28, o estreante do dia, o lateral esquerdo Anderson Pico, chutou com perigo apóes cobrança de falta ensaiada ao lado do gol defendido por Fábio. Aos 30, Egidío desviou de cabeça para o meio da área para Marcelo Moreno mas o atacante cruzeirense perdeu a chance de empatar sozinho e colocou para fora.

Aos 34, o clima esquentou em campo. Marquinhos discutiu asperamente com Anderson Pico e depois com Cáceres que se envolveu na confusão e acabou levando a pior e foi punido com o cartão amarelo. No lance seguinte, Nilton se estranhou com a zaga rubro-negra e também foi advertido com o cartão.O Fla continuava explorando a velocidade de Everton pelo lado esquerdo e a última jogada de perigo foi justamento com o camisa 22. Ele arrancou pela lateral, cruzou rasteiro para o meio da área e o zagueiro Dedé afastou.

No dia das crianças%2C os pequenos flamenguistas que foram ao Maracanã tiveram muito o que comemorarMárcio Mercante

No segundo tempo, o Cruzeiro continou tentando pressionar o Flamengo e logo no primeiro minuto, Dedé cabeceou com perigo por cima do gol do Fla. Apesar da posse de bola, o time mineiro não conseguia finalizar e transformar o domínio em gol. Já o Rubro-Negro que apostava nos contra-ataque continuou contando com a ajuda da zaga azul. Em nova falha da defesa, desta vez de Manoel e Fábio, Canteros se antecipou aos dois, roubou a bola e apenas empurrou para o gol vazio: 2 a 0.

O Cruzeiro acusou o golpe e se atordou em campo. Aos 17, mais um erro do setor defensivo do líder. Após chutão de Paulo Victor, Manoel se atrapalhou e deixou Alecsandro entrar livre pela direita. O atacante cruzou com precisão para Gabriel que tirou com categoria de Fábio e ampliou para o Fla: 3 a 0. O terceiro gol foi a senha pro Fla se fechar de vez na defesa e segurar o placar. Perdido em campo, o Cruzeiro tinha a posse de bola, avançou no campo mas não conseguia criar chances para diminuir. Já o Rubro-Negro apostava nos contra-ataques e nos espaços deixados pelos mineiros.

Sem conseguir criar grandes chances de gol, o Cruzeiro continuou pressionando mas sem perigo enquanto Flamengo apenas administrava a vitória e esperava pelo apito final do juíz que sacramentou mais uma vitória do Rubro-Negro no Campeonato Brasileiro.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 3X0 CRUZEIRO

Estádio: Maracanã (RJ)
Árbitro: Francisco Carlos do Nascimento (AL)
Gols: Dedé (Gol contra aos 13' 1ºT), Canteros (Flamengo, aos 11' 2ºT), Gabriel (Flamengo, aos 17' 2ºT)
Cartões Amarelo: Cáceres e Marcelo (Flamengo), Nilton e Marquinhos (Cruzeiro)
Cartões Vermelho: -

FLAMENGO: Paulo Victor; Léo Moura, Marcelo, Wallace (Chicão, aos 23' 1ºT) e Anderson Pico; Victor Cáceres, Márcio Araújo (Muralha, aos 29' 2ºT) Canteros e Everton; Eduardo da Silva (Gabriel, intervalo) e Alecsandro. Técnico: Vanderlei Luxemburgo

CRUZEIRO: Fábio; Mayke, Manoel, Dedé e Egídio; Nilton (Willian, intervalo) Henrique, Lucas Silva e Alisson; Marquinhos e Marcelo Moreno (Borges, aos 26' 2ºT). Técnico: Marcelo Oliveira

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia