Com desfalques, Flamengo aposta em má fase da Chapecoense para reagir no Brasileiro

Times se enfrentam às 21h deste sábado no Maracanã

Por ESTADÃO CONTEÚDO

Atacante Vitinho brinca durante treino do Flamengo no Ninho do Urubu
Atacante Vitinho brinca durante treino do Flamengo no Ninho do Urubu -

Rio - Em queda na tabela do Campeonato Brasileiro, eliminado da Copa Libertadores e com o treinador sob pressão. O Flamengo leva todos esses problemas a campo neste sábado para tentar a reação diante da Chapecoense, às 21 horas, no Maracanã, pelo Brasileirão. Apenas a vitória pode acalmar o ambiente do time depois de tantos resultados negativos nas últimas semanas.

A equipe carioca passou as três últimas rodadas sem vencer, série agravada pela queda diante do Cruzeiro nas oitavas de final da Libertadores. O Flamengo mudou radicalmente de situação nas últimas sede rodadas. De concorrente direto pela liderança, despencou, está cinco pontos atrás do líder e agora se preocupa mais em curar problemas internos em vez de sonhar com título.

"De uma escala de zero a dez, nossa necessidade de vencer é dez. Precisamos recuperar essa confiança, o desempenho que estávamos tendo antes da Copa", resumiu o lateral-esquerdo Renê. O time perdeu os dois últimos jogos, ao ser superado pelo Internacional por 2 a 1, na quarta-feira, e pelo Ceará, em pleno Maracanã, por 1 a 0, no domingo.

A derrota para o Ceará serve como um alerta para enfrentar a Chapecoense. Assim como o time nordestino, os catarinenses lutam contra o rebaixamento e terão pela frente no Maracanã uma torcida que tem se mostrado muito crítica à situação do Flamengo "A torcida tem o direito de cobrar. Sabemos que estamos devendo nos últimos jogos. Vamos mostrar em campo que merecemos a confiança deles. E creio que a torcida estará ao nosso lado", disse Renê.

O momento instável do Flamengo deixa exposto o técnico Maurício Barbieri. A diretoria tem recebido pressão nos bastidores para promover a troca no comando, como forma de dar uma resposta à queda recente de rendimento. "Creio que essa fase ruim vai embora a partir de amanhã", mencionou Renê nesta sexta. O time tem pressa para se recuperar pois na quarta-feira enfrenta o Corinthians, no jogo de ida das semifinais da Copa do Brasil.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO - Diego Alves; Pará, Léo Duarte, Réver e Renê; Piris da Motta, Willian Arão e Diego; Éverton Ribeiro, Vitinho e Lincoln. Técnico: Maurício Barbieri.