Flamengo sem margem de erro no Maracanã

Em jogo de vida ou morte, time precisa vencer o Palmeiras para diminuir a um ponto a diferença para o líder e seguir na luta pelo título brasileiro

Por O Dia

Vitinho - treino do Flamengo - 26/10/2018
Vitinho - treino do Flamengo - 26/10/2018 -

Rio - O Flamengo tem um jogo de vida ou morte contra o líder Palmeiras, às 19h, no Maracanã. Não há margem de erro. Atualmente na segunda colocação do Campeonato Brasileiro, a vitória colocaria o time a um ponto dos paulistas, enquanto uma derrota vai deixar o adversário com uma das mãos na taça, já que abriria sete pontos de vantagem sobre os rubro-negros.

Com a confiança em alta após a chegada de Dorival Júnior, será a oportunidade de o elenco fazer as pazes com a torcida, que garantiu mais de 65 mil ingressos para a partida, e salvar uma temporada na qual, até então, coleciona fracassos. Eliminado no Carioca, na Copa do Brasil e na Libertadores, "o Brasileiro é obrigação" do time, como diz a faixa que passou a ser estendida nos jogos no Maracanã.

Os dez gols marcados nos últimos três jogos sobre Corinthians (3), Fluminense (3) e Paraná (4) , deixaram o Flamengo com o melhor ataque da competição, com 48, e aumentaram a esperança da torcida de que o time confirme a boa fase na reta final. O Palmeiras, por sua vez, tem a melhor defesa (19 gols sofridos) e vive um momento digno de destaque. Comandado por Felipão, o time está invicto há 15 rodadas e engatou uma sequência de cinco vitórias.

Um dos pilares do Rubro-Negro na campanha que o recolocou na briga pelo título, o atacante Vitinho marcou um gol e deu quatro assistências nos últimos três jogos. Em entrevista coletiva, reforçou a importância do confronto direto.

"Jogo mais importante do ano. Contra o líder, confronto direto. Se conseguirmos a vitória, encostamos. Grande jogo para a gente. Temos que vencer essa partida para nos colocar mais próximo para brigar", disse Vitinho.

Em sua melhor fase desde que voltou ao clube, o camisa 14 comemora o bom momento, depois de ter convivido com duras críticas da torcida. Para o atacante, a retomada da confiança desde a chegada de Dorival Júnior foi fundamental.

"Acho que o fato de vir para o meu clube do coração me emocionou muito. Fiquei ansioso para dar o retorno que esperavam, acabou me atrapalhando. Agora, mais tranquilo, venho conseguindo fazer boas partidas", afirma o jogador.

 

Comentários