Flamengo tem lições do passado para ir mais longe na Libertadores

Em sua terceira participação no torneio com a camisa do Flamengo, Diego usa experiência para, finalmente, triunfar na busca pelo título

Por O Dia

Diego trabalha forte em busca do sonhado bi na Copa Libertadores
Diego trabalha forte em busca do sonhado bi na Copa Libertadores -

Rio - Quando Diego chegou ao Flamengo, em 2016, a expectativa era tê-lo como referência para grandes conquistas, mas, quase quatro anos depois, nada de títulos de expressão. Em sua terceira Libertadores pelo clube, o camisa 10 tirou lições para finalmente fazer bonito no torneio, e espera colocá-las em prática no jogo de quarta, contra a LDU, do Equador, às 21h30, no Maracanã.

Depois de duas eliminações precoces na competição, a paciência da torcida não é mais a mesma. E Diego, agora dividindo o protagonismo com outras estrelas, já não é unanimidade, embora não pareça ter a vaga ameaçada no time de Abel Braga. Para o jogador, ter equilíbrio é a receita para corresponder às expectativas dos rubro-negros, que comparecerão em peso no jogo de amanhã.

"Temos que ter tranquilidade, o que não significa ser moroso durante o jogo. Temos que ter equilíbrio. Acontece aquela ansiedade quando o gol não sai logo, foi assim ano passado, e ficou a lição. O torcedor está fazendo a parte dele e temos que fazer a nossa", analisou Diego.

Com um sequência de três jogos no Maracanã pela Libertadores, o Flamengo tem a chance de encaminhar a classificação para as oitavas de final com duas rodadas de antecedência, mas não é uma tarefa fácil, já que o clube tem o costume de se complicar na competição mesmo em situações confortáveis. Para Diego, a equipe só depende de si, ainda mais contando com o apoio da torcida.

"Tudo vai depender do nosso rendimento. Mas aqui, em nosso estádio, e que esteja cheio. Precisamos do nosso torcedor, isso nos ajuda muito. No ano passado, fizemos jogos sem a presença deles. O fato de os jogos serem em sequência ou alternados em casa não faz diferença. Temos que vencer", afirma o jogador.

VITINHO É DESFALQUE

Para o duelo de amanhã com a LDU, o Flamengo não vai contar com o atacante Vitinho, que teve constatada uma lesão na coxa esquerda. Ele se junta a Berrío, Lincoln, Rhodolfo e Uribe na lista de lesionados.

CUÉLLAR É CHAMADO PELA COLÔMBIA

O volante Cuéllar foi convocado pelo técnico português Carlos Queiroz para dois amistosos pela seleção colombiana, diante de Japão, dia 22, e Coreia do Sul, dia 26, e vai desfalcar o Flamengo em duas rodadas do Campeonato Carioca.

Titular absoluto desde o ano passado, o colombiano não poderá participar do confronto com o Madureira, dia 19, e do duelo com o Fluminense, dia 24. Ele só ficará à disposição de Abel na semifinal da Taça Rio, caso o Flamengo se classifique, mas precisaria voltar às pressas do compromisso com a seleção, já que a partida acontecerá no dia 27, horas após o duelo com a Coreia do Sul.

O substituo imediato de Cuéllar é o paraguaio Piris da Motta, que teve boa atuação no empate em 1 a 1 com o Vasco. Ronaldo e Hugo Moura, formados nas categorias de base do clube, são as outras opções no elenco.

Comentários