Mais Lidas

Arrascaeta busca a posição ideal no time do Flamengo

Uruguaio é o clássico meio-campista, mas disputa posição com atacantes neste início de temporada

Por O Dia

Gabigol (E), Bruno Henrique (C) e Arrascaeta (D): trio imparável
Gabigol (E), Bruno Henrique (C) e Arrascaeta (D): trio imparável -

Rio - Arrascaeta, a contratação mais cara da história do Flamengo (R$ 63,7 milhões), ainda está muito longe de ser o protagonista do time dentro de campo. Mas não é por culpa sua. Em poucos jogos, o uruguaio já mostrou lampejos de sua técnica refinada, exibida na época que vestia a camisa do Cruzeiro, mas ainda não atuou com regularidade em sua posição considerada ideal. Torto nas escalações de Abel Braga, ele tem disputado posição no ataque, e, por ser um camisa 10 clássico, tem perdido a briga e esquentado o banco de reservas neste início de temporada.

Sábado, contra o Volta Redonda, no Maracanã, caso seja escalado como titular por Abelão, Arrascaeta deve ser novamente deslocado para a ponta, já que o Flamengo não conta com Bruno Henrique, suspenso, e Vitinho, com lesão na coxa esquerda. Berrío também está machucado. Enquanto isso, o meio-campo segue absoluto com o trio Cuéllar, Willian Arão e Diego. No mundo ideal, o uruguaio teria uma vaga nesse trio. Arrascaeta, no entanto, tem disputado posição jogo a jogo com Everton Ribeiro, e o brasileiro tem a vantagem por jogar no setor ofensivo há mais tempo.

PACIÊNCIA NOS BASTIDORES

Por enquanto, o sinônimo de Arrascaeta no Flamengo é oscilação. Ele marcou dois gols, mas também cometeu duas falhas que resultaram em gols adversários — uma delas na semifinal contra o Fluminense, e a outra contra a Portuguesa. Nos bastidores, o clube demonstra apoio e paciência por confiar no potencial e sabe que é do perfil do jogador a demora para engrenar. Foi assim quando chegou ao Cruzeiro, em 2015. Ele começou a atuar pelos lados do campo, mas passou a render mais nas temporadas seguintes como um meia centralizado e virou craque absoluto com a camisa celeste.

 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários