A hora e a vez de Arrascaeta brilhar no Fla

Contratação mais cara da história do clube, uruguaio conquista espaço no time e se firma como titular para a decisão do Campeonato Carioca

Por O Dia

Arrascaeta (com a bola) conversa com Abel ao lado de Gabigol (E) e Bruno Henrique no treino do Fla
Arrascaeta (com a bola) conversa com Abel ao lado de Gabigol (E) e Bruno Henrique no treino do Fla -

Demorou, mas Arrascaeta, enfim, conquistou uma vaga no time do Flamengo. Titular pela segunda vez seguida, ele voltou a ter participação decisiva nos gols rubro-negros sobre o Vasco e recebeu elogios de Abel Braga, que o vê mais adaptado ao clube. Com a suspensão de Bruno Henrique para a segunda partida da final do Carioca, o uruguaio terá mais uma chance de começar jogando, desta vez com Diego no meio.

Com o crescimento de Arrascaeta, o treinador passa a ter mais opções para montar o ataque. A tendência é que trabalhe para entrosar o trio formado pelo uruguaio, Gabigol e Bruno Henrique, mas, por causa da suspensão deste último, só poderá pensar nessa possibilidade a partir da próxima semana. Mesmo assim, a boa atuação do trio ofensivo, com Éverton Ribeiro no meio, trouxe otimismo para os jogos da Libertadores e do Campeonato Brasileiro.

Resta agora mais treinos para buscar o entrosamento nas movimentações e troca de posições, que tiveram ruídos durante o clássico com o Vasco.

"Abel está nos dando liberdade para movimentar do meio para a frente, isso é bom e tem sido muito importante", comemora Arrascaeta, que na vitória por 2 a 0 sobre o Vasco jogou pela esquerda, mas também apareceu no meio para criar jogadas.

Além de ter feito um gol contra o San José, Arrascaeta apareceu finalizando e dando passes decisivos. Contra o Vasco, roubou a bola no lance do segundo gol. Para Abel, o crescimento do jogador se deveu à melhor adaptação ao clube. O treinador chegou até a exagerar dizendo que o uruguaio levou tempo para ser titular no Cruzeiro. Entretanto, Arrascaeta estreou pelo clube mineiro em fevereiro, já entre os 11 e jogou assim os 26 primeiros jogos.

Com a mudança no ataque, quem perde espaço num primeiro momento é Diego. Pela formação da equipe, com dois volantes, o meia disputará posição com Arrascaeta, e os dois serão escalados de acordo com o que Abel pretende que a equipe faça contra determinado adversário. Mas pelo menos no próximo domingo, na final do Campeonato Carioca, os dois devem jogar juntos e o treinador poderá testar mais essa opção para a equipe titular.

"Temos jogadores de qualidade e quem entrar em campo vai dar o melhor. Todos estão preparados", avisa Arrascaeta.

FORÇA MÁXIMA

Mesmo com jogo decisivo na semana que vem contra a LDU pela Libertadores, o treinador não está disposto a colocar equipe reserva na final contra o Vasco. E recebeu o aval da diretoria para seguir com o planejamento. Com a vantagem de dois gols e a semana para trabalhar, o Flamengo só não colocará em campo os jogadores que apresentarem problema físico.

Comentários