Dívida com ex-joia da base pode fazer Flamengo ter suas contas bloqueadas

Clube tem 15 dias para pagar valor devido ao jogador, em ação no Tribunal Regional do Trabalho da Primeira Região

Por Lance

Rodolfo Landim
Rodolfo Landim -
Rio - Em sentença de homologação publicada na noite desta segunda-feira, a juíza Adriana Freitas de Aguiar, da 65a Vara do Trabalho do Tribunal Regional do Trabalho da Primeira Região (TRT-1) deu 15 dias para o Flamengo pagar R$ 21.285.41 a Negueba, ex-jogador do clube. Caso o prazo se expire sem o pagamento da quantia, o Rubro-Negro será executado, com o bloqueio nas contas do clube da Gávea deste valor.
Negueba - Divulgação
Este valor é referente a um processo de Negueba contra o Flamengo, de 2017, cobrando diversos pontos da época que defendia o clube, mas praticamente todos foram indeferidos - como direito de arena, férias e décimo terceiro salário. A magistrada, no momento da condenação, deferiu a favor do jogador a multa do artigo 477 da CLT, o que integrou a homologação publicada nesta segunda.
Cria das categorias de base do Flamengo, Negueba defendeu o clube da Gávea até 2015. Atualmente, o jogador está no Gyeongnam, da Coréia do Sul.

Galeria de Fotos

Rodolfo Landim Reprodução
Negueba Divulgação