Flamengo aposta em retrospecto positivo como mandante para descolar do Palmeiras na liderança

Rubro-Negro jogará no Maracanã nos três dos próximos quatro jogos no Campeonato Brasileiro

Por Lucas Oliveira

Maracanã lotado em jogo do Flamengo. Alexandre Vidal
Maracanã lotado em jogo do Flamengo. Alexandre Vidal -
Rio - Líder do Campeonato Brasileiro, o Flamengo aposta no ótimo retrospecto como mandante para descolar do Palmeiras. Com 100% de aproveitamento, o Rubro-Negro jogará no Maracanã em três dos próximos quatro jogos pela competição nacional, diante do Internacional, São Paulo e Atlético-MG.
Nesta quarta-feira, o Flamengo recebe o Internacional no Maracanã, às 21h30, onde não perde há quase seis meses. Além do aproveitamento fantástico, outro fator pode favorecer o líder do Campeonato Brasileiro. Jogando no Rio de Janeiro, o Colorado não vence há mais de um ano, quando venceu o Fluminense por 3 a 0, no dia 13 de agosto de 2018.
Além de descolar do Palmeiras na liderança, o Flamengo pode recuperar pontos perdidos no primeiro turno. O Rubro-Negro perdeu por 2 a 1 fora de casa para o Internacional e Atlético-MG, na época em que a equipe carioca ainda era comandada por Abel Braga.
A partida desta quarta-feira marca o quarto encontro entre Flamengo e Internacional em 2019. Além do confronto pelo Brasileiro, as equipes se enfrentaram nas quartas de finais da Libertadores, quando o Rubro-Negro levou a melhor e se classificou para semifinal do torneio.
Embalado pelas sete vitórias seguidas no Campeonato Brasileiro, o Flamengo tenta manter os 100% de aproveitamento jogando em casa para seguir no topo da tabela. Até aqui, a equipe carioca venceu todos os nove jogos, marcando 26 gols e sofrendo apenas oito.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários