Destaque do Goiás critica decisão da diretoria de aumentar a carga de ingressos para o Flamengo

Equipes se enfrentam na próxima quinta-feira, no Serra Dourado

Por O Dia

Michael é um dos principais nomes do Goiás
Michael é um dos principais nomes do Goiás -
Goiânia - Buscando abrir cada vez mais vantagem sobre o Palmeiras e tentando manter uma invencibilidade de 15 partidas no Brasileirão, o Flamengo enfrenta o Goiás, na próxima quinta-feira. Mesmo jogando fora de casa, o Rubro-Negro poderá contar com o apoio em peso da sua torcida, já que 50% dos ingressos da partida foram disponibilizados para o lado dos flamenguistas.

A decisão da diretoria do clube esmeraldino não agradou o atacante Michael, destaque do Goiás na atual temporada. O camisa 11 fez questão de demonstrar sua insatisfação por ter que jogar no Serra Dourada com a torcida dividida meio a meio.

"A minha opinião é que deveria ter sido 70-30, 70 para o Goiás e 30 para o Flamengo. Chega lá e dá mais para a gente? Não dá! Não é uma atitude muito certa, mas isso não depende de mim. A minha opinião eu deixo claro que é essa", disse o jogador.

Michel também elogiou o Flamengo, mas deixou claro que o Goiás, que vem de uma derrota por 4 a 1 para o Athletico-PR, precisa se impor jogando em casa.
"Jogo difícil, é uma equipe muito boa e não à toa é a atual líder, mas temos que nos impor, é a nossa casa, temos que fazer valer o mando de campo e dar o máximo para que possa sair com a vitória. Viemos de uma derrota que não foi muito boa, não esperávamos tomar tantos gols, mas agora vamos concentrar, focar e descansar para que quinta-feira esteja de tanque cheio para enfrentar o Flamengo", analisou o atacante.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários