Junior Barranquilla entra em quarentena por contato com o Flamengo na Libertadores

Técnico da equipe, Júlio Comesaña faz parte do grupo de risco e deverá ser mantido em isolamento até o fim de maio

Por O Dia

Gabigol fez 
um bom 
jogo, mas, pela primeira vez na temporada, não balançou a rede
Gabigol fez um bom jogo, mas, pela primeira vez na temporada, não balançou a rede -
Rio - Tanto pelos naturais motivos de prevenção diante do quadro de pandemia do Coronavírus bem como pelo contato com a equipe do Flamengo na estreia da Libertadores, o Junior Barranquilla estabeleceu a recomendação de completa quarentena de seus jogadores e funcionários.
A preocupação dos Tiburones se tornou maior mediante a notícia que também chegou na Colômbia do teste positivo do técnico flamenguista Jorge Jesus além do vice-presidente de consulados e embaixadas, Mauricio Gomes de Mattos.
O caso que requer maiores cuidados dentre as figuras mais conhecidas do plantel é o técnico Júlio Comesaña. Isso porque, assim como o treinador português do Flamengo, aos 70 anos de idade Comesaña faz parte do chamado "grupo de risco" e, segundo determinação do presidente colombiano Iván Duque, deverá permanecer em caráter de quarentena por um período maior, até 31 de maio.
Com o futebol colombiano paralisado, o Junior chegou a interrupção na sexta posição com 13 pontos ganhos. Na Liberta, a situação é bem mais preocupante com duas derrotas em duas rodadas no Grupo A estando em terceiro lugar apenas por ter saldo "menos pior" do que o Barcelona de Guayaquil.

Comentários