'Não pode contratar sem manter o que tem', diz jornalista sobre momento do Flamengo

Pedro Ivo Almeida, da 'ESPN', afirmou que a pandemia do novo coronavírus começa a afetar o clube financeiramente

Por O Dia

Presidente Rodolfo Landim ao lado de Marcos Braz: comando do futebol rubro-negro
Presidente Rodolfo Landim ao lado de Marcos Braz: comando do futebol rubro-negro -
Rio - Nos últimos anos, o Flamengo abriu os cofres para trazer grandes nomes para o elenco, o que rendeu títulos em 2019. Contudo, o jornalista Pedro Ivo Almeida, da 'ESPN' afirmou que, com a pandemia do novo coronavírus, que afeta também os clubes de futebol na parte financeira, o clube carioca tem que pensar em manter as peças que tem, e não gastar mais dinheiro.

"O Flamengo também não sabe o que vai ser dos próximos meses, ninguém sabe. Tem muito dinheiro pelo acordo de TV, merecidamente, tem bilheteria, patrocinadores, mas isso está comprometido. A grana que entra é que mantém esse time com muita gente ganhando perto de 1 milhão. Você não pode pensar em contratar, sem pensar em manter o que você tem hoje. Não pode dar um passo maior que a perna", disse o jornalista, que emendou:

"Fica uma ilusão de que o Flamengo talvez tenha a casa mais arrumada do futebol brasileiro e realmente tem. O Flamengo também começa a sofrer. Essa semana teve uma reunião na CBF para debater calendário e o Landim falava abertamente que estava preocupado. Também quer saber de negociação, calendário, direitos de TV, se vai ter campeonato ou não... A Adidas já teve problemas, o banco também", encerrou Pedro Ivo Almeida.

Comentários