Com sintomas de coronavírus, massagista do Flamengo está internado no CTI em estado grave

Jorge Luiz Domingos, conhecido como Jorginho, está no hospital desde a última sexta-feira

Por O Dia

Jorginho, massagista do Flamengo, comemora a conquista da Libertadores
Jorginho, massagista do Flamengo, comemora a conquista da Libertadores -
Rio - Massagista do Flamengo, Jorge Luiz Domingos, conhecido como Jorginho, está internado em estado grave no CTI de um hospital da Ilha do Governador, do Rio de Janeiro, com suspeita de Covid-19. Jorginho é funcionário do clube desde 1981.
O massagista realizou teste para o coronavírus, mas o resultado ainda não saiu. Os sintomas são compatíveis com os da Covid-19. Assim como os demais funcionários que trabalham no Ninho do Urubu, Jorginho estava de férias. 
Jorginho não foi o único integrante da delegação rubro-negra com suspeitas da doença que paralisou o mundo. No dia 31 de março, Sandro Rilho, funcionário da Gávea, foi internado também com suspeita de coronavírus. Antes dele, o vice-presidente de Embaixadas e Consulados do Flamengo, Mauricio Gomes de Mattos deu positivo para a Covid-19, mas já se recuperou e recebeu alta.

Comentários