Jorge Jesus tem futuro indefinido no Flamengo: 'Tenho dois meses para decidir a minha vida'

A caminho do Rio de Janeiro, treinador falou com a imprensa portuguesa antes do embarque

Por O Dia

Jorge Jesus é a favor da volta dos treinos durante a pandemia
Jorge Jesus é a favor da volta dos treinos durante a pandemia -
Rio - Jorge Jesus está à caminho do Rio de Janeiro e demonstrou ter incerteza ao falar sobre seu futuro no Flamengo. Antes do embarque, o treinador parou para falar com a imprensa portuguesa e comentou sobre o assunto. Ao jornal 'A Bola', revelou que ainda não sabe se permanecerá no Brasil e disse que irá avaliar como as coisas ficarão após a pandemia da Covid-19.
"Tudo isto alterou, não só o meu pensamento, mas sobre tudo isso. Neste momento não tenho nada em mente, tenho de viver o dia-a-dia, saber o que vai acontecer em função desta epidemia e tomar decisões. Tenho dois meses, até para os dirigentes do Flamengo decidirem o que é melhor para eles. Sentimos que criamos uma grande equipe. Isso é um dos fatores que me motivam muito a continuar e a forma como também tenho sido tratado. Tenho dois meses para decidir a minha vida", disse.
Questionado sobre uma possível redução de salarial, medida tomada pelos clubes em época de pandemia, o técnico revelou que ainda não é momento de discutir isso, mas admitiu que o assunto será conversado com a diretoria rubro-negra.
"Neste momento não é isso que está em questão. Não sou diferente dos outros. Isso está acontecendo em todo o mundo, com todos os profissionais de outras áreas. Portanto, comigo também será discutido", falou.
Um fator determinante para a permanência de Jorge Jesus é o fato o clube e a torcida desejarem a permanência dele. Segundo o treinador isso é muito importante para a decisão.
"Sinto que o Flamengo quer-me muito e isso para mim é determinante, ter um clube que me quer muito. Assim como ter a nação do Flamengo com a mesma ideia, isso será determinante para a minha decisão", completou.

Comentários