Alex Muralha relembra título invicto pelo Flamengo em 2017: 'Grande privilégio'

Titular da meta rubro-negra na ocasião, goleiro relembra de defesa que ajudou a equipe a virar o jogo e ficar com a taça

Por O Dia

Alex Muralha
Alex Muralha -
Rio - No dia 7 de maio de 2017, há exatos três anos, o Flamengo conquistava o título invicto do Campeonato Carioca ao vencer o Fluminense na decisão, por 2 a 1, com mais de 60 mil pessoas presentes no Maracanã. Foi uma das seis taças vencidas sem nenhuma derrota pelo clube rubro-negro, o que deixou a conquista com um sabor ainda mais especial.

Naquela ocasião, o Flamengo não dava uma volta olímpica desde 2014. Foi o 34o título estadual do clube, sendo que além de 2017, os outros anos em que ganhou de maneira invicta ocorreu em 2011, 1996, 1979, 1950 e 1920.

Um dos destaques daquela temporada foi o goleiro Alex Muralha, titular da meta em 2017 - no ano anterior, em 2016, já havia sido convocado por Tite para a seleção brasileira.

"Foi um privilégio muito grande participar da campanha deste Estadual, ainda mais pelo fato de sairmos invicto dela. Foi o título mais importante da minha carreira. Os dois jogos finais contra o Fluminense, por toda a rivalidade e equilíbrio envolvidos, foram muito difíceis, mas conseguimos ser melhores e ficar com a taça", relembra.

Muralha tem outra recordação daquela decisão. Uma defesa quando a equipe ainda perdia a partida por 1x0.

"Já estava no segundo tempo. O Sornoza veio de fora de área e chutou muito forte. No meio do caminho a bola acabou pingando no chão e ficou mais rápida, tornando a defesa ainda mais difícil. Consegui espalmar com a ponta dos dedos. Foi um momento inesquecível. Na sequência, o Guerrero empatou o jogo, e já nos acréscimos o Rodinei fez o gol da virada e do título. Não tem como esquecer, algo indescritível levantar uma taça com Maracanã lotado", encerrou

Comentários