Jornal português cita motivos que impedem Jorge Jesus de acertar com o Benfica

Treinador do Flamengo renovou o contrato com o clube carioca

Por O Dia

Jorge Jesus
Jorge Jesus -
Rio - Após a nova recusa de Jorge Jesus de retornar ao futebol português, o jornal lusitano “A Bola” listou os motivos de dele não voltar ao Velho Mundo, ao menos neste “neste momento”. Segundo a publicação, o presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, entrou em contato com o Mister, após a derrota de seu time para o Santa Clara, na qual “perdeu a paciência com Bruno Lage”. 
O jornal português chama a missão de tirar Jorge Jesus do Flamengo de "impossível". “Jesus não pode aceitar o convite nesta altura. Não se trata de não querer, trata-se de não poder. Pelo menos neste momento”, escreve.

“E não pode por razão muito simples: renovou há pouco mais de duas semanas com o Flamengo, está comprometido com o projeto do clube do Rio de Janeiro, e por outro lado não podia trair a confiança que dirigentes e jogadores depositaram nele”, completa.

Após meses de negociação, Jorge Jesus renovou com o Flamengo até junho de 2021. 

Jorge Jesus não vai deixar o Flamengo, mas segue sendo notícia em Portugal, diante da iminente troca de comando no Benfica, seu ex-clube. Neste domingo, o jornal “A Bola” listou os motivos de por que o treinador não retornará. Ao menos, “neste momento”.

Segundo a publicação, o presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, entrou em contato com Jesus depois da derrota de seu time para o Santa Clara, na qual “perdeu a paciência com Bruno Lage”. A missão de tirar o Mister do Flamengo é chamada de “impossível”.

“Jesus não pode aceitar o convite nesta altura. Não se trata de não querer, trata-se de não poder. Pelo menos neste momento”, escreve a publicação.

“E não pode por razão muito simples: renovou há pouco mais de duas semanas com o Flamengo, está comprometido com o projeto do clube do Rio de Janeiro, e por outro lado não podia trair a confiança que dirigentes e jogadores depositaram nele”, completa.

Jesus teve a renovação com o Flamengo definida no início do mês, até junho de 2021. No Brasil, o técnico foi campeão da Copa Libertadores e do Campeonato Brasileiro de 2019.

Comentários