Presidente do Braga diz que clube português desistiu de Piris, do Flamengo

Antônio Salvador, mandatário da equipe, afirmou à reportagem: 'Flamengo demorou a decidir'

Por Venê Casagrande

Piris da Motta
Piris da Motta -
Rio - O volante Piris da Motta não vai mais reforçar o Braga, de Portugal. Em contato com o Jornal O Dia, o presidente do clube português, António Salvador, afirmou que o negócio envolvendo o jogador paraguaio não irá mais acontecer.
De acordo com o dirigente, o motivo da desistência foi a demora do Flamengo em decidir sobre o futuro do jogador paraguaio. Piris da Motta já tinha inclusive acertado as bases salariais para defender a equipe de Portugal.
Não é a primeira vez que uma equipe desiste de contratar o jogador, após a negociar com o Flamengo. Em janeiro, o América do México ficou bem perto de finalizar o acordo com Piris da Motta, porém, uma exigência final do clube carioca acabou fazendo com que o negócio não acontecesse. 
O paraguaio, que tem 26 anos, chegou ao Flamengo em 2018, após defender o San Lorenzo. Apesar da grande expectativa na sua contratação, o volante nunca conseguiu se firmar como titular da equipe carioca. Ele integrou o elenco rubro-negro que conquistou uma Libertadores, um Brasileiro, uma Supercopa do Brasil, uma Recopa Sul-America e um Carioca, sob o comando de Jorge Jesus em 2019 e 2020.

Comentários