Marcos Braz confirma transferência de Rafinha do Flamengo para o futebol grego

Jogador encerrou passagem de pouco mais de um ano pelo clube carioca

Por O Dia

O vice de futebol do Flamengo, Marcos Braz
O vice de futebol do Flamengo, Marcos Braz -
Rio - O lateral-direito Rafinha não é mais jogador do Flamengo. Em participação na FlaTV, o vice de futebol do clube carioca, Marcos Braz, confirmou que o experiente atleta aceitou a oferta do Olympiacos e vai se transferir para o futebol grego. O jornal O Dia antecipou a informação da proposta pelo jogador.
"O Rafinha recebeu uma proposta de um time grego. Já comunicou a gente que vai aceitar a proposta. O Flamengo lamenta, não gostaria de perder o atleta. Estou muito a vontade para falar dele. Se custou bastante tempo para colocar na cabeça dele que poderia fazer um grande trabalho na América do Sul. Isso foi feito. Os resultados não são questionáveis. É um jogador de 35 anos e recebeu uma proposta para que ficasse dois anos, até os 37 jogando em alta performance. O atleta entendeu que deveria sair e nos comunicou. O Flamengo tentou entender como seria a proposta. São números que são grandes e ele fez a opção por querer o novo contrato. Existia uma cláusula que se ele quisesse voltar para a Europa, poderia quando quisesse", afirmou o dirigente.
O jornal O Dia apurou que a proposta para Rafinha foi de dois anos de contrato e que a oferta salarial foi excelente para o lateral, o que tornou inviável que o Rubro-negro conseguisse cobri-la.
O atual contrato do lateral-direito com o Flamengo vai até dezembro de 2021, no entanto, há uma cláusula que permite a saída de graça do jogador caso chegue proposta de algum clube europeu, que o agrade.

Rafinha chegou ao Flamengo no meio do ano passado e rapidamente caiu nas graças da torcida do Flamengo. O jogador foi um dos líderes de todos os títulos conquistados sob o comando de Jorge Jesus. O lateral levantou uma Libertadores, um Brasileiro, uma Supercopa do Brasil, uma Recopa Sul-Americana e um Campeonato Carioca.
Os dirigentes da Gávea foram pegos de surpresa. Eles até tentaram reverter a proposta do clube grego, mas não tiveram chances. Além de luvas, Rafinha deve receber o triplo do que ganha atualmente no Flamengo. A diretoria rubro-negra não gostou da maneira que a negociação foi conduzida, mas respeitou a decisão do atleta.

Com a janela de transferências para o exterior fechada, o Flamengo terá que recorrer ao mercado interno. Além de João Lucas, o clube não possui outra peça de reposição no elenco profissional. Por isso, Matheusinho, do time sub-20, deve ser promovido.

Pouco mais de um ano após a sua chegada ao Rio de Janeiro, Rafinha disputou 46 partidas e conquistou cinco títulos. Essa é a segunda baixa inesperada no Flamengo. Em julho, o clube não cogitava uma possível saída do treinador Jorge Jesus e não apresentou um "Plano B" imediato para repor o vácuo deixado pelo português, que acertou com o Benfica.

Comentários