Mauro Cezar vê crueldade em comparar começo de Torrent com auge de Jesus no Flamengo

Rubro-negro tem início de Brasileiro bem irregular

Por O Dia

Mauro Cezar Pereira
Mauro Cezar Pereira -
Rio - Com apenas uma vitória em cinco jogos, o Flamengo tem um começo de Brasileiro bem irregular. As oscilações fazem com que o treinador Domènec Torrent já seja observado com desconfiança. O comentarista da ESPN Brasil, Mauro Cezar Pereira, acredita que não seja certo compará-lo com Jorge Jesus.
"Acho muito cruel a comparação que é feita por parte da imprensa e a maioria da torcida, pelo que sinto, que a comparação é assim, é o início do trabalho de um, o técnico atual, com os melhores momentos do trabalho do outro, então você está comparando algo pronto, concluído, maduro, um trabalho já consolidado, que acabou, do Jorge Jesus, com o trabalho que está começando, aí é complicado, é óbvio que não vai estar nesse estágio", afirmou.
Jorge Jesus comandou o Flamengo por pouco mais de um ano, tendo conquistado cinco títulos. O Rubro-negro levantou um Brasileiro, uma Libertadores, uma Supercopa do Brasil, uma Recopa Sul-Americana e um Campeonato Carioca.

Comentários