Presidente do Flamengo, Rodolfo Landim  - Marcelo Cortes/ Flamengo
Presidente do Flamengo, Rodolfo Landim Marcelo Cortes/ Flamengo
Por O Dia
Rio - Após 16 de seus jogadores testarem positivo para a Covid-19, o Flamengo solicitou o adiamento da partida contra o Palmeiras, marcada para o próximo domingo. Em live realizada pelo "UOL", o jornalista José Trajano defendeu que o jogo não aconteça, mas afirmou que o Rubro-Negro está pagando o preço por sua postura durante a pandemia.
"O Flamengo se vangloriava de testar os jogadores várias vezes por dia, por semana, e é o time mais infectado do futebol mundial, eu acho que não existe no mundo um time que tenha tantos jogadores infectados e que deve ter infectado muita gente, que eu acabei de ver uma foto da delegação do Flamengo confraternizando com o pessoal lá em Guayaquil e tal, deve estar todo mundo infectado, jogadores e dirigentes do outro time", disse o jornalista.
Publicidade
"Eu acho um absurdo, nós estamos vendo como a volta antecipada do futebol, ainda mais em uma cidade como o Rio de Janeiro, que aumenta o número de óbitos, aumenta o número de infectados de duas semanas para cá, o Flamengo está pagando o preço de ter comandado de uma forma cruel, safada é o termo mais correto, a volta do futebol. Esse jogo não deveria acontecer, mas a CBF vai manter seguindo o tal protocolo que foi assinado por todos os clubes", completou.