Neto, apresentador da Band - Reprodução
Neto, apresentador da BandReprodução
Por Lance
Rio - O Flamengo já confirmou 27 casos de Covid-19 entre jogadores, comissão técnica e dirigentes nas últimas horas. Por isso, o clube tenta o adiamento da partida contra o Palmeiras, que ocorre no próximo domingo, já que só tem dez jogadores do elenco profissional a sua disposição.
Publicidade
 
Na edição desta quinta-feira do "Os Donos da Bola", o ex-jogador Neto se mostrou contra o adiamento da partida, já que Goiás e CSA, quando tiveram surto de casos em seus elencos, não tiveram o direito de adiar suas partidas. O apresentador, inclusive, questionou o do presidente Rodolfo Landim, que também foi infectado.

"Tem que jogar contra o Palmeiras. Sabe por que tem que jogar? Porque o Goiás jogou, porque o CSA jogou. (...) O Flamengo mostra uma foto em que os jogadores estão viajando sem máscara. Cadê o protocolo do Landim? Fica difícil", afirmou.
Publicidade
 
Neto também minimizou o caso e afirmou que se trata de apenas um jogo de futebol. O apresentador continuou no argumento e questionou se a regra seria aplicada somente ao Flamengo.

"A gente não quer que as pessoas pedem Covid-19, a gente não quer que as pessoas morram. Um jogo de futebol é só um jogo de futebol, tanto que eu era contrário ao jogo do Flamengo na Libertadores. Mas o Flamengo sempre quis ser soberano. Aí, o que acontece? A regra é só para o Flamengo?", concluiu.
Você pode gostar