Estádio Mané Garrincha, Brasília
Estádio Mané Garrincha, BrasíliaFrancisco Aragao
Por O Dia
Rio - A final da Supercopa do Brasil está novamente autorizada pela Justiça. O Superior Tribunal de Justiça (STJ) aceitou na manhã desta sexta-feira o pedido da Procuradoria-Geral do Distrito Federal (PGDF) para autorizar o Distrito Federal a sair da fase mais rígida de distanciamento social, do chamado lockdown. Com isso, a partida entre Flamengo e Palmeiras, marcada para o próximo domingo, poderá acontecer. As equipes e enfrentam no Mané Garrincha, neste domingo, às 11 horas.
Publicidade
Essa é a terceira decisão sobre o assunto em menos de 24 horas. Na tarde da última quinta-feira, o desembargador Souza Prudente, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), concedeu liminar para derrubar um decreto do governador Ibaneis Rocha (MDB) que encerrava o lockdown em Brasília a partir de 29 de março. A PGDF recorreu no TRF1 mesmo, mas na noite da última quinta-feira, o presidente da corte rejeitou agravo de instrumento apresentado alegando que o foro adequado para esse tipo de recurso, neste momento, era o STJ.
O presidente do STJ, ministro Humberto Martins, acatou o pedido do Distrito Federal e suspendeu os efeitos da decisão do TRF1. Martins é um dos candidatos a ser indicado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para o Supremo Tribunal Federal (STF).
Publicidade
Flamengo e Palmeiras não serão afetados com a decisão. O Rubro-Negro confiava na queda do veto desde o início e não fez alteração alguma em sua programação mesmo com a indefinição. A equipe carioca vai embarcar para a capital federal na parte da tarde. O Palmeiras treina às 16h, na Academia de Futebol, em São Paulo. O embarque para Brasília ocorre ainda nesta sexta-feira, já na período da noite.